Artigos

Guia Prático: como trabalhar com micro influenciadores

Alguma celebridade já convenceu você a comprar algo?

Tudo bem se a resposta for sim – isso já aconteceu com todo mundo, ainda mais com o poder de influência dos blogueiros nas redes sociais.

Porém, um conceito mais recente conhecido como marketing de micro influenciadores aderiu recentemente à cena das redes sociais! É um conceito semelhante ao do marketing de influenciadores, mas em menor escala: as marcas se associam a indivíduos com menos seguidores nas mídias sociais para promover produtos com postagens autênticas e visuais em vez de anúncios patrocinados.

Neste texto, minha ideia é compartilhar tudo o que você precisa saber sobre os micro influenciadores, incluindo o que as marcas estão usando com sucesso e como você pode se conectar com essas pessoas para promover sua marca.

Vamos lá?

 

Quem é um micro influenciador?

Os micro influenciadores são usuários de redes sociais diferentes de celebridades típicas, especialistas ou figuras públicas. Eles são indivíduos que trabalham ou se especializam em uma determinada vertical e frequentemente compartilham conteúdo de mídia social sobre seus interesses. Ao contrário dos “influenciadores” tradicionais, os micro influenciadores têm um número mais modesto de seguidores – geralmente entre 5 e 100 mil -, mas eles possuem audiências hiper-engajadas.

Por exemplo, um influenciador de yoga pode contar com milhões de seguidores e operar vários estúdios de ioga. Um micro influenciador de ioga pode ter apenas alguns milhares de seguidores e publicar vídeos de instruções no Instagram para que seus fãs tentem em casa, mas seu post médio recebe uma quantidade saudável de engajamento em relação ao tamanho de sua base de seguidores.

 

O valor dos micro influenciadores

O uso de micro influenciadores pode parecer contra-intuitivo. Por que você procuraria alguém com um menor número de seguidores para promover sua marca?

Existem várias razões para acreditar que os micro influenciadores podem obter melhores resultados para a sua marca. Entenda algumas delas:

 

Taxa de engajamento

A Squid (plataforma líder de marketing com micro influenciadores) estudou o envolvimento de Instagram e encontrou uma tendência surpreendente: à medida que o número de seguidores de um influenciador aumenta, o número de curtidas e comentários diminui.

Na análise a Squid dividiu os micro influenciadores em categorias e determinou o seguinte:

Usuários do Instagram com menos de 1.000 seguidores tem uma taxa de engajamento de 7,8%;
Usuários com 1.000-10.000 seguidores tem uma taxa de engajamento de 4,0%;
Usuários com 10.000 a 50.000 seguidores alcançaram uma taxa de 2,0%;
Usuários com 50-150 mil seguidores ganhavam apenas 1,2% do tempo.

Confira o gráfico que mostra, exatamente, como a taxa de engajamento diminui com aumento do número de seguidores dos influenciadores:

A Squid recomenda que as marcas persigam os micro influenciadores com maiores taxas de engajamento e índice de conversão. Dessa forma as marcas podem alcançar maiores resultados e impressões com suas campanhas. Um estudo recente revelou que os micro influenciadores têm 22,2 vezes mais conversas do que os usuários típicos de Instagram – principalmente porque são apaixonados e conhecedores de sua área de interesse particular.

 

Público-alvo dos micro influenciadores

Através do nosso estudo também observamos que os micro influenciadores têm bases de seguidores mais direcionadas do que influenciadores com números de seguidores em centenas de milhares e milhões.

Pense nisso: caso uma marca de roupas se associe a uma celebridade com milhões de seguidores no Instagram, a celebridade poderia chegar ao seu enorme grupo, mas uma grande parte delas talvez não esteja interessada na moda. Porém, se a marca de roupas se conectar com 100 micro influenciadores de moda com 10.000 seguidores cada, ela poderia se conectar a uma audiência menor, mas muito mais direcionada e engajada.

Inclusive temos outro post no nosso blog comparando a efetividade de trabalhar com micro influenciadores x celebridades.

 

Acessibilidade

Os micro influenciadores geralmente são mais acessíveis do que celebridades ou perfis com milhões de seguidores. Muitas vezes as celebridades cobram fortunas por uma única postagem no Instagram promovendo um produto. Em contraste, um micro influenciador está disposto a participar de experiências ou receber permutas da marca, pela identificação e identificação que tem com as campanhas.

As marcas geralmente trabalham com mais de um micro influenciador para maximizar o alcance, mas mesmo 100 micro influenciadores custam menos do que uma única celebridade, sem contar o engajamento e taxas de conversação que trariam mais retorno.

Para os micro influenciadores que possuem uma audiência bem engajada em um nicho, as marcas podem também compensá-los sob a forma de permuta de produtos. De acordo com a Squid, muitas marcas trabalham com esse modelo para tangibilizar ainda mais o uso dos produtos para engajar com o público nas redes sociais.

 

Autenticidade

Os micro influenciadores são pessoas reais, então o conteúdo produzido também é real. Os usuários do Instagram com alguns milhares de seguidores provavelmente publicam seu próprio conteúdo, respondem aos comentários e se comportam de forma mais autêntica do que uma marca ou uma celebridade com um gerente de redes sociais. Se um micro influenciador se envolver com um post no Instagram, seus seguidores podem estar mais inclinados a clicar para saber mais sobre a marca que estão publicando.

Também vale a pena notar que o Instagram recentemente mudou seu algoritmo para espelhar o Facebook. Agora, as postagens dos perfis que os usuários seguem e interagem são mostradas primeiro nos feeds do Instagram, e o conteúdo de qualidade autêntico é priorizado em relação ao conteúdo promovido de grandes marcas. Isso pode tornar o conteúdo de micro influenciadores mais visível do que o conteúdo de celebridades se o algoritmo determinar que os usuários possam estar mais interessados ​​nisso.

Uma nota: se você estiver pensando porque estamos apenas mencionando o Instagram nesta publicação, é devido ao fato de que os micro influenciadores como uma estratégia de marketing decolaram principalmente nessa plataforma. Como o Instagram é tão visual, é fácil para os micro influenciadores publicarem fotos de produtos e experiências de marca. Isso não quer dizer que o marketing de micro influenciadores não pode ser feito em outras plataformas de redes sociais, mas a guia Explore do Instagram ajuda os usuários a encontrar e interagir facilmente com o conteúdo de micro influenciadores.

Você verá o que queremos dizer quando mergulharmos em diferentes estratégias de micro influenciadores que as marcas estão usando com sucesso abaixo.

 

4 marcas que estão usando micro influenciadores com sucesso

1) MÉLIUZ

A Méliuz  começou a utilizar micro influenciadores para promover sua marca em um novo mercado, o de cashback. Baseou-se principalmente no marketing de redes sociais para descobrir e interagir, especialmente com os millenials.

A marca identificou micro influenciadores no Instagram e pediu-lhes que compartilhassem postagens divulgando o aplicativo no Instagram. Ela encontra micro influenciadores pesquisando marcas, hashtags e utilizando a plataforma de influenciadores da Squid. Destina-se especificamente a perfis com número de seguidores inferiores para manter um sentimento de “verdadeira” autêntica que atrai usuários, tornando a marca relevante no Instagram.

Ao analisar as postagens com a #EuAmoMéliuz, percebe-se conteúdos com muita qualidade e um engajamento altíssimo:

 

O mais interessante da campanha é que, além de gerar mais downloads e seguidores para a marca, quando se analisa os comentários das fotos percebe-se uma alta taxa de engajamento e interesse pelo aplicativo, gerando de fato conversões para a marca.

 

2) BRASTEMP – COMPRA CERTA

Conhece ou já ouviu falar do site Compra Certa? É um site de descontos da Brastemp e Consul, e recentemente eles adotaram uma estratégia com micro influenciadores para gerar mais tráfego e vendas para o site, ou seja, o foco da campanha sempre foi a performance e ROI que os influenciadores poderiam gerar. Veja uma postagem:

Em um mês de campanha, os 20 micro influenciadores geraram muitas vendas e conversões para o site, desmistificando que os influenciadores só funcionam para campanhas de branding e awareness. Em uma estratégia de performance, existem melhores práticas que geram de fato conversão e vendas para o e-commerce.

 

3) BRADESCO

No lançamento do novo posicionamento de marca com a #MaisUmPasso, o Bradesco decidiu se conectar com influenciadoras que possuiam um perfil um pouco menos comum, trabalhar com mães, de diferentes gêneros e idades.

A campanha contou com 50 influenciadoras e gerou muito engajamento, além de ter sido um sucesso só por não ter nenhum tipo de comentário negativo, já que se trata de uma empresa de serviços, isso por si só foi uma vitória.

Além de tudo, o Bradesco foi além e reutilizou as fotos compartilhadas pelos influenciadores na sua rede social, trazendo ainda mais autenticidade para seus posts, veja:

Esta estratégia de micro influenciadores funciona porque ele dirige o tráfego para o blog de uma marca e o perfil Instagram. Tente chegar aos micro influenciadores e oferecer para publicar seu conteúdo e promovê-lo através de redes sociais para gerar o envolvimento de seus seguidores e leitores.

 

4) MASH

A Mash, para lançar seu novo manifesto de marca, trabalhou com influenciadores homens, empreendedores, que tivessem consciência social e fossem também modernos e ligados à tecnologia.

O mais legal de tudo é que a campanha teve tanto engajamento, que após um estudo comparativo com anúncios no Facebook, o investimento com os influenciadores foi seis vezes menor, para ter o mesmo número de impressões. Muito legal, não é? Confira uma das fotos compartilhadas com a #manifestoMash:

 

Pense pequeno

Você já pensou em trabalhar com micro influenciadores? Antes de responder, considere o seguinte.

Existem algumas desvantagens para esta estratégia. Notavelmente, funciona muito bem no Instagram com produtos visuais, como uma brilhante garrafa de água com gás ou uma roupa atraente. Esta pode não ser a melhor estratégia para promover software complicado ou outra tecnologia. Mas lembre-se, você pode ser criativo. Contanto que você possa encontrar um micro influenciador para compartilhar uma publicação Instagram que seja atraente, você poderá gerar muito mais engajamento.

Além disso, é muito trabalhoso gerenciar vários micro influenciadores. As marcas precisam contactá-las no Instagram e gerenciar vários relacionamentos diferentes. No entanto, pensamos que a recompensa vale a pena para autênticos e atraentes posts no Instagram, ainda mais utilizando uma plataforma de influenciadores que automatize esses processos.

Fique atento aos usuários do Instagram que interagem com a sua marca ou que usam uma hashtag de marca – eles podem ser o seu próximo maior promotor. E se você quiser saber mais sobre o marketing do influenciador ou a promoção do conteúdo do Instagram, leia nossos guias sobre esses tópicos.

 

Alguma vez você já tentou utilizar o marketing de influência com micro influenciadores? Compartilhe conosco nos comentários abaixo.

 

 

Carlos Tristan

é empreendedor e especialista em marketing de influência. Formado em engenharia pela USP, Carlos sempre foi apaixonado por tecnologia e empreendedorismo. Depois de trabalhar por mais de 2 anos em consultoria estratégica ajudando na modelagem de negócios, fundou a Squid junto ao Felipe Oliva, hoje plataforma líder de marketing com micro influenciadores no Brasil. Nas horas vagas, Carlos aprecia, fabrica e trabalha em sua cervejaria artesanal!

Comentários

PUBLICIDADE

RECEBA NOVIDADES

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Oferecimento:

Projeto mantido por:

Media Partners:

Projeto hospedado por: