Artigos

Nichos: a fuga da poluição digital

Quantas propagandas você já viu hoje? Quantos e-mails com promoções recebeu nas últimas 24 horas? Aposto que mais do que consegue contar. Se isso não esgota sua paciência, você é uma exceção. Os consumidores são facilmente irritáveis pelo abuso de propagandas, principalmente as que não lhes dizem nada. A medida que a “poluição digital” aumenta, a paciência do consumidor para mensagens irrelevantes diminui.

Qual a melhor solução para isso? Trabalhar com nichos. De acordo com a Target Points, consumidores são expostos a mais de 5.000 peças de conteúdo por dia e precisam ver a informação 7 vezes para se lembrarem dela. Tendo isso em mente, fica claro porquê trabalhar com nichos facilita a memorização e poder ser uma boa estratégia para sua marca. Além disso, o consumidor moderno está cada vez mais exigente e não ficará satisfeito com qualquer produto ou abordagem.

Para se sobressair em relação a este bombardeio de informações, o marketing focado em uma pequena fatia do mercado pode ser muito eficaz. Os profissionais de marketing que são “coringas em tudo, mestres em nada” estão se perdendo no meio dos consumidores que, hoje em dia, querem encontrar um produto ou serviço especializado para cada necessidade. Basicamente, ache algo que você sabe fazer e faça bem feito. Se você é incrível produzindo sapatilhas, seja o melhor no mercado de sapatilhas. Deixe os tênis para quem sabe fazê-los como ninguém.

Uma estratégia que funciona em conjunto com o marketing de nicho é o remarketing. Dessa maneira, ao buscarmos o consumidor novamente, após uma interação inicial bem-sucedida e com as informações importantes sobre o que ele busca, temos muito mais chances de impactarmos positivamente esta pessoa, fazendo com que o investimento em estratégias digitais tenha um bom retorno. Trabalhando com nichos, temos um público-alvo reduzido em número, mas extremamente poderoso em interesse e propensão a compra. Portanto, ao aplicar as técnicas de remarketing em um público com essas características, as chances do consumidor ser de fato impactado e realizar a compra, aumentam exponencialmente. Você não está começando do zero com todos os consumidores, portanto seu ROI possui grandes chances de ser altíssimo!

Afinal, contra números não há argumentos: também de acordo com a Target Points, refinar o público das suas comunicações com dados que te ajudem a encontrar um nicho faz com que o ROI aumente em até 241%. Além disso, 91% dos CMOs apoiam marketing hiper-focados em nichos. A chave não é focar em dominar toda a indústria, mas sim focar em encontrar um pedacinho do mercado baseado no que você faz muito, muito bem. O mercado está cheio e suas chances de sucesso aumentam quando você trabalha com um nicho. Por isso, descubra no que você é bom, faça isso da melhor maneira possível e tenha certeza que pessoas que precisam de você irão te procurar. Nada diz “qualidade” como especialização.

Edmardo Galli

Reconhecido como pioneiro do mercado digital Brasileiro, Edmardo Galli fundou sua primeira empresa digital em 1996 - a agência interativa 10'Minutos, adquirida pela Ogilvy & Mather em 2007. Foi presidente para a América Latina da Umbro.com e presidente Brasil da Todosport Network. No mercado de entretenimento, Galli ganhou reconhecimento nacional através de suas bandas de rock, Hanói-Hanói e Heróis da Resistência, atingindo discos de ouro e platina em vendagens. Atualmente, é responsável pelas operações na América Latina da IgnitionOne e combina sua experiência artística e corporativa no dia-a-dia de sua liderança executiva.

Comentários

PUBLICIDADE