Artigos

Quando foi a última vez que você se fez essas três perguntas?

Imagem com fundo azul. Na parte superior imagens de dois computadores brancos (1 notebook e 1 computador) com gráficos em suas telas. Do meio para baixo da imagem vemos outros desenhos como xícara de café, carteira e calculadora.

Marketing de conteúdo parece ser algo tranquilo de ser feito, não é?

Mas a verdade é que muita gente está tentando alcançar objetivos com ele e não está conseguindo.
Você é uma dessas pessoas? Tudo bem, não se preocupe, você não está sozinho. Converso com empresas de todo o mundo todos os dias sobre seus próprios desafios. Nessas conversas, percebi que há três questões cruciais que desvendam verdades simples que muitas empresas nem sempre conseguem enxergar.

Topa tentar? Então, vamos lá!

Pergunta 1: Cadê o tráfego orgânico?

Se o seu site não tiver conteúdo de qualidade, você terá que atrair visitantes de forma inorgânica: com anúncios pagos. Esses anúncios representam um custo permanente que tem a tendência a crescer a medida que seu mercado se torna mais competitivo! Que pesadelo, não é?

É por isso que é importante começar a nutrir seu site com conteúdo estratégico o quanto antes! Com conteúdo de qualidade, todo esse tráfego de visitantes irá fluir de forma orgânica. Como você investirá no conteúdo apenas em um momento singular e esse conteúdo continua trazendo tráfego para todo o sempre, a cada mês que passa, seu custo é diluído. E seu investimento em conteúdo continuará sendo diluído até se tornar praticamente irrisório.

Ou seja, se você anda investindo pouco tempo no seu tráfego orgânico, talvez deveria repensar essa estratégia e realocar alguns recursos. Afinal, ter tráfego orgânico chegando ao seu site significa que você terá, além de fortalecimento da sua autoridade, visitantes mais qualificados, pois as pessoas que chegarem até você realmente procuram respostas para problemas que você sabe resolver. A qualidade desses visitantes afeta diretamente sua taxa de conversão e seus resultados.

 

Pergunta 2: Por que está landing page não converte?

Quanto mais relevante for seu conteúdo, maior o incentivo para o lead oferecer informações de contato. Por isso é importante combinar conteúdos relevantes à sua estratégia de Inbound Marketing. Você deve produzir conteúdos mais aprofundados em formatos mais ricos e didáticos, como e-books, webinars e infográficos, e solicitar informações sobre o seu visitante em troca. Essas informações serão solicitadas através de um formulário e cada informação será guardada no histórico desse visitante que acabou de se transformar em um lead.

Para que seus visitantes decidam se tornar leads, cada um dos conteúdos que você disponibilizar deve ser de alto interesse deles! Ou seja, você precisa ter em mente sua Estratégia de Marketing de Conteúdo e:

  • Definir temas relevantes;
  • Caprichar na escolha do título dos conteúdos;
  • Criar uma landing page atrativa e que valorize o conteúdo que está atrás dela;
  • Fazer uma distribuição ativa desse conteúdo rico – você pode linkar ele a partir de blogposts sobre o assunto, distribuir nas redes sociais, enviar em uma Newsletter por e-mail ou até contar com parceiros que tenham uma boa rede de contatos para que o ajudem a distribuir;
  • Acompanhar o desempenho desse conteúdo para analisar se o tema realmente interessa aos visitantes e se os objetivos estão sendo alcançados – caso não estejam, é importante que você crie novos planos de ação.

Esses são passos simples, mas que fazem muita diferença na conversão de leads. Com um plano tático baseado nesses cinco passos, você poderá ver sua conversão crescendo continuamente e seu topo de funil alargando – e é isso que você quer, não é?

De qualquer forma, esses cinco passos não funcionam sozinhos. Além de escolher o tema certo, você precisa criar o conteúdo certo! Afinal, conteúdos de nutrição não são chamados de conteúdos ricos por vaidade: eles realmente precisam ser ricos e úteis para seus leads, ou de nada adianta. E é por isso que a Pergunta 3 é tão importante.
Pergunta 3: Este ‘conteúdo rico’ é rico mesmo?

Agora, imagine só se seu visitante baixar seu primeiro conteúdo e der de cara com um conteúdo que não o interessa? Ou pior, imagine se, ao começar a ler esse conteúdo, ele o achar superficial e irrelevante. Será que ele vai voltar a se inscrever para baixar novos conteúdos seus? Será que ele vai continuar respondendo formulários para conseguir novos conteúdos? Será que ele vai querer se tornar seu cliente?

Provavelmente não.

É por isso que cada conteúdo que você disponibiliza online precisa ser relevante e alinhado à sua estratégia. Do contrário, você estará jogando dinheiro fora, ou até pior: investindo na depreciação da sua marca.

Doeu? Pois é.

Levantar esse tipo de questionamento pode fazer você se deparar com o que preferiria que não fosse verdade: que, na verdade, seu marketing de conteúdo não está dando certo porque seu conteúdo não é de qualidade. E se uma fábrica precisa de produtos de qualidade para ser referência no mercado, quando o assunto é conteúdo, a realidade não é diferente. Qualidade é a chave.

Mas vamos voltar ao alinhamento aqui. Se você continuamente criar conteúdo relevante, vai dar tudo certo e os resultados irão surpreender você. Afinal, a cada novo conteúdo rico que seu lead se inscrever para baixar, você irá conseguir mais informações sobre ele e poderá indicar o melhor caminho para que ele escorregue no seu funil de vendas cada vez mais rápido. Quanto mais curta e intensa for a jornada do seu lead, mais otimizado será seu processo.

Por isso é tão importante alinhar tudo que você disponibiliza em meio digital à sua estratégia de Marketing de Conteúdo e se questionar sobre a qualidade disso tudo constantemente. Questione mais e com mais frequência e você verá que seu conteúdo continuará sempre alinhado à sua estratégia – e seus resultados irão surpreender toda a empresa!

Pedro Clivati

é Co-founder e VP de Sales da Contentools. Atuou na área de marketing e vendas em grandes instituições (RBS), em startups (RD); Empreendedor da 500 Startups (Batch 12), Promessas Endeavor, Startup SC, Seed-MG e Startup Brasil além de palestrante e colunista de portais de marketing e vendas.

Comentários

PUBLICIDADE