Artigos

Vamos falar sobre: dados

“A questão não é o Big Data e sim a forma inteligente na qual você entende os dados antes de usá-los.”

Muito se fala sobre Big Data já há algum tempo, no entanto ainda existem conceitos em relação a armazenar a maior quantidade de dados possível.

Contudo, quantidade não significa qualidade, e de nada adianta armazenamento sem inteligência aplicada nos dados e atrelada ao seu negócio.

Portanto, pensando nisso, e antes do Big Data, precisamos entender o conceito básico de Dados e como podemos trabalhá-los em diferentes frentes.

 

O que é um cookie?

É uma pequena quantidade de dados que é gerada pela navegação do usuário em um determinado site e armazenada no seu navegador. Em termos básicos, o objetivo do cookie é lembrar de informações sobre você, como login e senha, idioma preferido, preferências de usuário, tokens e tudo o mais que um site precisa para rastrear uma visita.

 

Como eles funcionam?

Quando você visita um site, um “request” do site para o navegador é acionado para definir o cookie. Ou seja, a próxima vez que você visitar uma página da internet, esse cookie será enviado de volta para o site. Cada “request” é totalmente separado do outro, por isso o servidor precisa de uma abordagem para monitorar qual pedido pertence ao visitante. Ao armazenar um pequeno pedaço de informação em um cookie, o site pode estabelecer que a visita online pertence a uma conta de usuário individual específica.

Existem vários tipos de cookies que servem para diferentes fins. É importante conhecê-los para criar uma política de cookies transparente e utilizá-los da forma correta.

 

Confira alguns tipos de cookies:

 

– Cookies de sessão

Eles são temporários e são apagados quando você fecha o navegador. A próxima vez que você visitar o site, o navegador não vai reconhecê-lo e irá tratá-lo como um novo visitante.

 

– Cookies persistentes

Permanecem até que você os apague ou expirem, ao contrário dos cookies de sessão. Significa que suas informações serão transmitidas ao servidor sempre que o usuário visitar o site ou a cada vez que um usuário visualiza um recurso, por exemplo.

 

– Cookies seguros

Estes podem somente ser transmitidos sobre uma conexão segura (HTTPS). Isso faz com que o cookie seja menos provável de ser exposto ao roubo de cookies por meio ilegal.

 

– Cookies de terceiros

Simplificando, são os cookies que pertencem ao domínio diferente (third-party cookie) daquele que é mostrado na barra de endereços do navegador (first-party cookie), ou seja, o site que está armazenando o cookie no browser. A maioria dos navegadores contém definições que permitem aos usuários bloquear cookies de terceiros.

 

A melhor maneira de entender um cookie está em analisá-lo.

Sites podem mostrar aos consumidores informações relacionadas à sua localização, interesses profissionais, histórico de compras e mais, com o objetivo de incentivar a transparência entre usuário e anunciante. Normalmente, cookies armazenam informações básicas como: “Com ou sem filhos”, “Estudante atual ou formado”, “Homem ou Mulher”, “Em relacionamento ou solteiro”.

No entanto, podemos ter exemplos clássicos de má segmentação de público que mostra como fontes de terceiros não confiáveis podem ser. Dados de terceiros, dependendo da forma e intuito que é aplicado, podem ser completamente não confiáveis quando são invalidados dessa maneira. As empresas precisam saber que os dados que usam estão sendo processados corretamente antes de confiar nele para aumentar e qualificar o alcance de usuários-alvo.

Não é tão simples quando tratamos de gerenciamento de dados.

A recência deve ser precisa e os usuários devem ser tratados como compradores ativos na real intenção, não como pontos de dados. A análise dos padrões de compra, bem como a adaptação e manutenção completa dos cookies são fundamentais para inspirar as compras repetidas.

 

A verdade é que sem cookies e consequentemente, sem Big Data, navegar na web seria uma experiência muito frustrante.

Edson Salomão

é head de Operações da Ve Interactive para a América Latina.

Comentários

PUBLICIDADE