Artigos

Marketing Ágil: uma metodologia perfeita para startups fazerem marketing digital com baixo custo

O que é Marketing Ágil?

Marketing Ágil ou Agile Marketing é uma metodologia escalável para realizar ações de marketing com o menor custo possível no menor período de tempo.

Menos é mais. Ser simples requer tempo e esforço.” – Jeff Bullas

A metodologia Agile surgiu de um grupo de 17 programadores que, inconformados com os processos e formatos de entrega da época, desenvolveram um manifesto ágil que prioriza:

  • Indivíduos e interações muito mais do que processos e ferramentas;
  •  Software em funcionamento mais do que documentação abrangente;
  • Colaboração com o cliente mais do que negociação e contratos;
  • Responder e reagir a mudanças mais do que seguir um plano.

 

Essa ideia pode ser aplicada em, basicamente, todos os cenários de marketing seja B2B, B2C ou qualquer outro formato que venha a surgir.

Geralmente, o Marketing prioriza o uso de ferramentas, mas não pensa nas interações com seus usuários e na melhor forma de usar isso a favor da empresa.

Em vários casos, a agência ou a própria empresa passa meses (ou até anos) incubando um projeto na intenção de deixá-lo perfeito, mas é um perfeito fracasso quando lançado, isso porque ninguém testou o software em funcionamento.

Principalmente quando falamos de marketing de conteúdo, a maioria das situações que eu vejo são de agências escrevendo e-Books, infográficos e conteúdos rasos para empresas, sem contar com a colaboração e expertise das mesmas.

Para completar a reflexão sobre o manifesto, agências e empresas realizam muitas ações ao mesmo tempo e, muitas vezes, se prendem a um plano, mesmo que ele pareça estar indo errado, ao invés de reagir às mudanças do cenário.

Pensando nisso, empresas nascem e morrem do dia para noite, presas a uma cultura de perfeição, entregas lentas e ausência de processos.

Nesse contexto, vemos as startups que estão ainda mais aceleradas.

Esse tipo de negócio cria aversão a um plano de marketing anual ou semestral, que geralmente é a entrega usual.

Propostas como um planejamento de Inbound Marketing de seis meses, ou um plano de divulgação da marca em redes sociais ao longo do ano passam a ser descartadas e a não fazer sentido para esse tipo de empresa.

 

Isso pode acontecer por três motivos:

Startups não têm (geralmente) muito dinheiro pra investir em campanhas longas e/ou fees para agências;
Startups não têm tempo, nem fichas para gastar em uma estratégia de longo prazo agora, pois a maioria delas está em mutação e, se a empresa muda, seu marketing também precisa acompanhar;
Algumas ideias precisam simplesmente chegar a um número X de clientes e serem validadas, depois tiradas do ar para incrementações.

 

Vamos fazer uma pausa para entender, antes da aplicação, o que não é Marketing Ágil:

  • Marketing Ágil não é trabalhar com ideias mirabolantes e cheias de achismos;
  • Marketing Ágil não é fazer um trabalho mal feito para tapar buracos;
  • Marketing Ágil não é copiar o que já existe;
  • Marketing Ágil não é executar ideias genéricas sem personalização;
  • Marketing Ágil não é investir em mídia paga para ter resultados rápidos.

 

Se a sua startup, pequeno, médio negócio, profissional liberal ou até mesmo grande empresa que esteja incubando um novo projeto deseja lançar uma nova ideia e não sabe por onde começar, o Agile Marketing é uma ótima saída.

 

As principais vantagens do Marketing Ágil são:

  • Depende de 1 a 6 ferramentas, no máximo, e geralmente são gratuitas ou de baixíssimo custo (não mais do que 40 dólares/mês);
  • Aumenta a qualidade da entrega ao longo do tempo, pois é uma metodologia totalmente baseada em dados e aprendizagem;
  • Libera produtos finais com mais rapidez dando margem para acertos e erros mais rápidos;
  • Deixa processos mais limpos e organizados por prioridades, evitando excesso de demandas inúteis;
  • Torna o time envolvido mais coeso e, naturalmente, multidisciplinar;
  • Possibilita uma visão ampla e facilitada do processo, ou seja, o gestor consegue saber em menos de 15 minutos o que está acontecendo, o que vai acontecer e quais são os resultados;
  • Ajuda a empresa a identificar problemas muito maiores do que os de comunicação e marketing.

Por outro lado, o Agile Marketing não é uma metodologia milagrosa, por isso, possui alguns contras:

  • Como a verba geralmente é muito pequena, o trabalho é feito com bastante segmentação, e para empresas muito novas, o desconhecimento do público-alvo pode gerar desperdício em alguns pontos;
  • O processo envolve uma documentação diária, mas que na ausência de um gestor eficiente podem gerar caos;
  • Os prazos geralmente são bem apertados e apenas times muito bem alinhados sobrevivem;
  • Esses mesmos times são bem enxutos, por isso em alguns momentos os profissionais envolvidos farão mais de uma atividade.

 

Acha que o Marketing Ágil pode se encaixar no seu negócio?

Portanto, continue a leitura do Infográfico para entender como funciona o Marketing Ágil e logo depois veja alguns exemplos que eu descrevi para você aplicar no seu negócio imediatamente.

Mas, lembre-se: o Marketing Ágil é quase uma filosofia empresarial, que precisa ser comprada por todos os envolvidos no processo, pois se um profissional de desenvolvimento não acredita no processo ou se o CEO acha que é uma bobeira, os resultados não vão decolar como o esperado.

*Infográfico desenvolvido pelo blog Jornada Marketing Digital

Rodrigo Gomes de Oliveira

é Diretor de Marketing e Vendas na StayApp. Especialista em ajudar empreendedores a trazerem seus ex-clientes de volta e acelerar as vendas!

Comentários

PUBLICIDADE