Artigos

Como usar SEO e intenção de busca dos usuários para melhorar as estratégias de marketing da sua empresa

Estamos em um novo normal e ele vai nos exigir mudanças imediatas. Uma delas é entender perfeitamente o que o usuário quer dizer quando realiza uma busca

 

Antes de mais nada, gostaria de convidar a todos a assistirem o webinar onde eu contei tudo sobre intenção de busca e como você pode usar esta tendência em suas estratégias de SEO e marketing.

Assista! Como utilizar o SEO e a intenção de busca em estratégias de marketing

Eu costumo dizer o seguinte: “Entender a intenção do usuário na hora de fazer a pesquisa de palavras-chave é tão, ou mais importante, quanto avaliar o volume ou relevância da busca.”

E é verdade. Posso provar! Até porque, contra dados não há argumentos né? Então, bora lá.

Pesquisar palavras-chave é um dos primeiros e mais importantes passos no processo da otimização de um site, isso quando você fala em SEO. Até aí tudo bem. Agora, entender a intenção de busca do usuário no momento da pesquisa, vai te ajudar a definir o intuito dela. Ou seja, o usuário está buscando para comprar, se informar, navegar ou visitar?

Quando você descobrir isso, vai saber traçar estratégias tanto de otimização SEO quanto de marketing e publicidade para o seu negócio. Eu já vou explicar por quê.

 

Tipos de intenção de busca

Temos alguns tipos de intenção de pesquisa e elas se dividem em: informacional, intenção comercial, transacional, navegacional, direcional ou geo-localizada. Para cada um destes tipos, há um objetivo de busca.

Para cada intenção há uma pesquisa diferente, mesmo que seja o mesmo produto.

Palavras-chave informacionais indicam que o usuário está em busca de informações ou respostas a uma determinada questão ou problema. Normalmente, estas palavras estão no topo do funil, ou seja, com conteúdos que compõem o início da jornada de compra.

Digitalks Expo 2020 | Digital Experience - Online e Gratuito O principal evento de negócios da economia digital e tecnologia terá 3 dias com mais de 100 palestrantes, 12 trilhas de conteúdo, salas de networking e de negócios. Inscreva-se AQUI!

Palavras-chave comerciais indicam que o usuário está com intenção de comprar determinado produto ou serviço, mas ainda não se decidiu. Normalmente, pesquisas comparativas, análises e avaliações são os termos que devem ser mencionados.

Já as palavras-chave transacionais indicam o desejo de conversão do usuário. São os mais fáceis de encontrar pois estão relacionados ao nome do produto, marca ou vêm acompanhado de outras palavras como “comprar” e “contratar”.

Palavras-chave navegacionais estão ligadas a uma página ou site específico. Sendo assim, estas pesquisas são acompanhadas de branded terms ou termos da marca.

O que tiramos disso? Realizar a pesquisa de palavra-chave e analisar apenas o volume ou a relevância dela não é mais suficiente. O certo é combinarmos volume, relevância e intenção de busca para definir quais serão os termos mais adequados ao projeto.

 

Método A.I.D.A aplicado à jornada de compra com base na intenção

Basicamente é isto mesmo. A.I.D.A quer dizer: Atração, interesse, Desejo e Ação. Quando você é capaz de montar uma estratégia para cada um desses passos dentro do seu site e entender que o usuário pode passar por todos eles de maneira não cíclica, você vai atender as necessidades de uma maneira mais direta e com isso, ter mais chances para conversão.

O primeiro passo para vender um produto ou um serviço é, antes de tudo, apresentar o problema que ele resolve e como ele melhora a vida de quem decide por comprar, certo? Sim. E você pode fazer isso por meio de um conteúdo pautado na intenção de busca.

Por exemplo, na pesquisa State Of Search Brasil, feita pela Hedgehog Digital, constatamos que com a quarentena ocasionada pela pandemia do novo coronavírus, o usuário passou a fazer, em média 5 buscas por dia no Google.

Vimos também que, mesmo que ele faça uma compra em um estabelecimento físico, antes de decidir pelo que vai comprar, ele passa, invariavelmente, pelo Google para pesquisar sobre o produto.

Ou seja, diante de todos estes dados, temos sim uma mudança no comportamento das buscas do usuário. Como eles pesquisam, o que querem encontrar e, acima de tudo, como compram. Sabendo disso, temos um pote de ouro nas mãos… desde que entendamos como usar em nossas estratégias.

Quer aprender? Assista a gravação do meu webinar. Te espero também para um bate-papo no webinar que farei com o Digitalks no dia 06 de agosto. Faça a sua inscrição e vamos juntos nessa jornada pelo universo do SEO e do comportamento do usuário.

 

Felipe Bazon

CSO na agência de Marketing Digital Hedgehog Digital. Desde 2015 listado entre os top 3 SEOs do Brasil, tendo ganho o prêmio no mesmo ano. Há mais de 10 anos apaixonado por SEO, Content Marketing e Marketing Digital em geral. Já liderou mais de 100 projetos de SEO e Content Marketing em empresas no Brasil, Reino Unido e Europa.

Comentários

PUBLICIDADE