Artigos

Como a geolocalização pode ajudar no engajamento e retenção de aplicativos através de notificações push

Uma base de usuários altamente engajada é característica comum entre aplicativos de sucesso como Facebook, Instagram, Pokémon GO, Palco Mp3 e Easy Taxi.

Atualmente, o mercado de aplicativos discute bastante sobre técnicas para despertar o engajamento dos usuários. De acordo com uma pesquisa da Quettra, um aplicativo Android perde, em média, 77% dos seus usuários ativos diários (ou DAUs, do inglês “daily active users”) em até três dias após a instalação. Esse percentual cresce para 90% depois de 30 dias e, posteriormente para 95% após 90 dias. Assustador, não?

 

A razão por trás do baixo desempenho da maioria dos apps pode ser explicada pelo aumento de concorrência no mercado. Em 2008, a App Store só contava com 500 apps. Hoje, nove anos mais tarde, a App Store tem 2,2 milhões de apps e a Play Store vai além, com 2,8 milhões de aplicações mobile disponíveis. O resultado disso é uma competição elevada que transforma a aquisição e retenção de usuários em um verdadeiro desafio.

Apesar das dificuldades, crescer em 5% o engajamento de um app pode significar um aumento de até 75% na rentabilidade de um app, o que mostra a importância da temática do engajamento.

 

O desafio de engajar os usuários

É preciso ser criativo para superar a barreira da alta competitividade. Partindo do fato que existem centenas, e muitas vezes milhares de apps que prometem a mesma coisa, o que precisa ser feito para que seu app se destaque? Foque nos seus usuários!

Mais importante do que conseguir novos usuários, é garantir a satisfação e o engajamento dos usuários atuais. O Palco MP3, app brasileiro de música, por exemplo, usou o conhecimento profundo das necessidades de seus usuários e continua na liderança de downloads, à frente de gigantes como Spotify e Deezer. Adriano Ferreira, Gerente de Novos Negócios da Studio Sol, empresa que desenvolveu o app, me contou que os feedbacks e sugestões dos usuários são importantes na manutenção e aperfeiçoamento do aplicativo, assim é possível entregar aos clientes o que eles realmente necessitam.

Além de um desenvolvimento voltado ao feedback dos usuários, outras técnicas podem ser usadas para engajar sua base. Recentemente, as notificações push têm sido muito utilizadas para manter os usuários sempre voltando ao app, mas isso nem sempre atinge os resultados esperados. Pushes genéricos e fora de contexto podem incomodar e até a culminar com a desinstalação do app, o pior cenário possível para um desenvolvedor. Não é uma boa ideia chamar a atenção de quem utiliza o app em um momento que não seja conveniente a ele.

Segmentar sua audiência e ser assertivo na mensagem que você envia é o caminho para engajar seus usuários. Novas tecnologias estão surgindo para deixar as notificações push ainda mais poderosas. A localização do usuário, hoje, já pode ser usada para filtrar o disparo das notificações, com isso impactar apenas pessoas que estejam em um determinado local.

Imagine um aplicativo de fast food. Além de impactar os usuários nos horários da fome, como almoço e jantar, não seria legal estimular a base nos momentos em que ela esteja próxima de um dos franqueados ou até mesmo dentro de um dos restaurantes da marca? Ou ainda, enviar um cupom de desconto para usuários que estão próximos a lanchonetes concorrentes.

O envio de notificações push geolocalizadas é eficaz porque estimula o usuário em momentos que conversam com a temática do aplicativo. No caso de aplicativos de esportes, é possível impactar os usuários que estiverem em parques, academias, lojas de suplementos alimentares e esportivos.

As possibilidades são infinitas, porém é importante atentar para a qualidade da tecnologia de geolocalização utilizada para impactar o usuário. Locais como shopping centers, que possuem a arquitetura mais complexa, exigem uma tecnologia de geolocalização precisa, que funcione em locais fechados e que consiga diferenciar diferentes andares, por exemplo.

Ao apostar em uma tecnologia de geolocalização precisa e confiável para impactar a base de usuários com notificações push contextualizadas, os desenvolvedores de aplicativos garantem a otimização do engajamento do aplicativo e um boost na geração de receita.

Eduardo Pires

é Developer Advocate na In Loco Media, onde supervisiona parcerias globais. Ele contribuiu com o desenvolvimento do SDK Lightweight, enviado para milhões de dispositivos mobile ao redor do mundo. Eduardo é bacharel em Ciência da Computação na Universidade Federal de Pernambuco e Queen's University Belfast.

Comentários

  • Marcelo Negreiros

    Muito bom, Eduardo!
    Não fazia ideia dessa queda de retenção dos app´s Android em menos de um mês de instalação.

    • digitalksmkt

      Que bom que o artigo foi útil pra você, Marcelo. 🙂

PUBLICIDADE

RECEBA NOVIDADES

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Oferecimento:

Projeto mantido por:

Media Partners:

Projeto hospedado por: