Artigos

Quando tomar a decisão de investir em marketing digital?

Praticamente há quase quatro anos, estou conversando com pequenos e médios empresários todos os dias. Isso também me faz refletir muito, todos os dias, sobre várias dificuldades a respeito de como tomar decisões na administração de um negócio e que, sinceramente, são dificuldades que antes eu não enxergava.

Uma das decisões mais difíceis é saber em qual momento da empresa se deve investir em marketing digital. Quando a empresa não tem o seu negócio 100% on-line, tomar essa decisão é algo complexo.

Para os negócios denominados “de porta aberta”, que não têm venda online e funcionam sem marketing digital, qual será a melhor hora de pensar em fazer marketing digital?

Nesse contexto, acredito que as principais dúvidas sejam:

  • Como identificar o momento de investir em uma estratégia digital?
  • Qual o valor que devo investir em marketing ou em marketing digital?
  • Que tipo de negócio se encaixa com marketing digital?

 

Na minha opinião, a principal causa dessas dúvidas é a completa falta de conhecimento de administração e de planejamento de negócios. Via de regra, quando vamos falar em verba de marketing, os empresários não sabem nem qual é o seu faturamento mensal!

E você pode questionar: “Opa, peraí: o dono da empresa não sabe o seu faturamento mensal?!?”. Pois é isso mesmo que estou dizendo!

No Brasil, vemos muitos empreendedores que “tocam” os seus negócios sem o menor controle administrativo e financeiro. Por isso, creio eu, temos uma das maiores taxas de “mortalidade empresarial”.

Para comprovar essa minha percepção, fiz uma rápida pesquisa e encontrei os seguintes dados: segundo o Sebrae, 60% das empresas fecham antes de completar o seu segundo ano, sendo que, das empresas que fecham no primeiro ano, 39% não sabiam qual era o capital de giro necessário para abrir o negócio. E, em entrevista, o consultor do Sebrae apontou o que eu já suspeitava: um dos principais motivos para essas tristes estatísticas é justamente a falta de conhecimento administrativo.

 

  • Como identificar o momento de investir em uma estratégia digital?

Na nossa visão empresarial, o melhor momento é sempre agora. De alguma forma, hoje todos estão inseridos no mundo digital, seja por meio de uma busca no Google ou pelo Facebook, por exemplo.

Dia desses fiz uma viagem para o Nordeste, onde conheci uma menina que morava em uma cidadezinha no sertão da Paraíba e que estava vindo para São Paulo encontrar a “mãinha” (adoro esse jeito de chamar a mamãe). Eu, muito interessado em entender o comportamento on-line dela, perguntei como ela via e usava a internet. Então, ela tirou o seu Iphone da bolsa e falou: “Estou todo dia conectada!”.

Depois disso percebi que, qualquer negócio, em qualquer localização, tem potencial de encontrar clientes por meio da internet, principalmente pelas redes sociais.

>> Investimento inicial para marketing digital: qual a importância do capital de giro?

O importante, como citei acima, é ter uma análise administrativa e financeira da empresa bem apurada. Assim, você consegue investir sabendo o quanto pode gastar e qual o retorno esperado.

 

  • Qual o valor que devo investir em marketing ou em marketing digital?

Essa pergunta é bem complexa!

Lendo alguns artigos, vejo que grandes corporações – como a Apple e a Coca-Cola – investem cerca de 10% do faturamento global em marketing. Nesse plano de marketing, eu garanto que pelo menos 60% desse valor já vão para o mundo digital.

Claro que são empresas que têm um caixa enorme e um poder de investimento gigante – o que não é o caso dos nossos clientes.

O pequeno e o médio empresário precisam entender que uma porcentagem do seu faturamento deve ser investida em marketing, sempre. O meu conselho é que se determine um valor fixo, relativo ao crescimento de faturamento, e que ele se torne uma obrigação, assim como o pagamento de um funcionário.

Entendendo que o marketing (seja ele digital ou não) focará sempre no aumento das vendas, seja a curto ou a longo prazo, não vejo como uma empresa consegue se manter crescendo por muito tempo sem esse comprometimento com uma parte essencial para o seu negócio.

 

  • Que tipo de negócio se encaixa com marketing digital?

Com boa estratégia, planejamento e execução com maestria, acredito que todo negócio tem uma possibilidade dentro do marketing digital.

Certa vez, fui a um restaurante por quilo, daqueles onde normalmente almoçamos em horário comercial. No caixa, a moça pediu o meu e-mail, e eu – muito surpreso – lhe indaguei o que ela faria com aquela informação. Ela me disse que houve um aumento muito grande no movimento quando o restaurante começou a enviar o cardápio por e-mail para o pessoal que já o tinha frequentado. Por isso, eles pegavam os e-mails dos novos clientes para lhes enviar uma mensagem às 10 horas (pontualmente) sobre qual seria o menu do dia.

Outro caso de sucesso, na minha opinião, é o Bar do Capelão. Por meio de uma linguagem peculiar nas redes sociais, ele conseguiu atingir um alcance orgânico muito significativo para um bar que, provavelmente, nunca investiu em anúncios. E, de fato, ele tem razão quando diz que entende de marketing. Afinal, 65 mil seguidores e um engajamento fantástico não é qualquer bar que consegue.

Aliás, é simplesmente fantástico como pequenos negócios, que já tinham certo movimento, conseguem potencializar os seus resultados por meio de uma pequena ação de marketing digital.

Até mesmo pela nossa experiência de seis anos atuando diretamente com PMEs, quando olhamos para um pequeno negócio já identificamos muitas oportunidades de trabalhar com o marketing digital. Contudo, o que efetivamente nos impede de trabalhar é a falta de administração.

>> Start viabiliza entrada de PMEs no e-commerce de forma profissional

Então, se eu pudesse dar uma dica a qualquer pequeno empresário sobre qual o melhor momento para investir em marketing digital, seria: foque nos números, entenda cada um deles, calcule o quanto custa não fazer marketing e o quanto de tempo e dinheiro será perdido.

 

é especialista em Marketing Digital e gerente de Novos Negócios na LinkBrand, agência de marketing digital integrado. Com passagens por empresas renomadas do mercado, Gustavo iniciou a sua carreira há mais de 15 anos, exercendo cargos operacionais como web designer e cargos comerciais na área do marketing digital. Ao longo desse período​,​ adquiriu amplo conhecimento em vendas on​-​line, compreendendo as mais diversas funcionalidades e alcances de ferramentas que, utilizadas estrategicamente, são realmente capazes de promover os melhores resultados segundo os objetivos de cada empresa. Ao longo dos anos​,​ adquiriu amplo conhecimento em vendas on​-​line, compreendendo as diversas ferramentas para buscar sempre os melhores resultados de negócios para as empresas.

PUBLICIDADE

RECEBA NOVIDADES

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Oferecimento:

Projeto mantido por:

Media Partners:

Projeto hospedado por: