Artigos

O desafio de gerenciar contas de celulares corporativos

Uma comunicação eficiente nas empresas é fundamental. A comunicação móvel chegou para melhorar de forma exponencial os processos internos. Hoje o volume de celulares corporativos aumentou muito e a dificuldade de administrar o alto volume de linhas também. O que antes era uma tarefa dada à secretária ou ao estagiário da área de compras, hoje é de responsabilidade do Departamento de Tecnologia da Informação, que faz a administração em conjunto com outros departamentos da empresa. O que era um benefício para executivos e pessoas estratégicas dentro das corporações se tornou uma ferramenta de trabalho praticamente indispensável.

Os celulares fazem parte do dia a dia da empresa, seja facilitando pedidos junto ao cliente, recebendo ordens de serviço, rastreamento de caminhões, gerenciamento de equipe em campo, gerenciamento de frotas, treinamento pessoal, além dos benefícios que a IoT, Internet das Coisas, pode trazer as pessoas.

Com o crescimento do uso dos telefones móveis, o custo de telefonia móvel se tornou um dos cinco maiores custos indiretos das corporações. O gerenciamento dos dispositivos e seus respectivos custos se tornou um grande desafio para os administradores desses contratos fazendo com que eles busquem soluções que auxiliem nesse gerenciamento.

O sistema Mobile Control ajuda muito nessa operação. O primeiro passo é gerenciar os aparelhos, ou seja, fazer o controle do inventário. Qual aparelho e linha está com quem? Essa pessoa é de qual departamento? Pertence a qual centro de custo? Após esse processo começam as análises, conta por conta. Por meio do sistema é possível minimizar, e muito, o trabalho do departamento de contas a pagar, priorizando outras operações. Os relatórios são gerados mensalmente para avaliar os gastos, os pontos a melhorar e os trabalhos realizados.

A auditoria de faturas é extremamente importante, pois 99% das contas corporativas possuem erros de cobrança, e uma eficiente consultoria tanto na alocação correta de pacotes ou serviços resulta em média 20% na redução de custos, chegando até 50% de economia.

Em análises já realizadas, 50% das ligações não tem vínculo com a empresa, são ligações particulares ou para outros fins; 22% das ligações foram feitas no fim de semana em empresas que não possuem operações aos sábados e domingos; e mais 20% de ligações feitas fora do horário de trabalho em dias da semana. Alternativas para coibir o uso indevido também fazem parte da gestão telecom de uma empresa, apresentando uma transparência nos gastos ainda maior.

Atualmente a gestão de telecom é fundamental para a otimização dos custos de Telecom. Para bons resultados, os serviços devem ser prestados com softwares e profissionais familiarizados com esse segmento, deixando de lado as antigas formas de gestão como, por exemplo, planilhas de Excel, que já estão ultrapassadas. Os ganhos com a utilização dos recursos atuais são imensuráveis e muitas vezes determinam a sobrevivência ou não de empresas em segmentos competitivos e de busca constante de melhor eficiência.

43 anos, é formado em Engenharia Civil pela Universidade Federal de São Carlos e tem especialização em Engenharia de Redes e Sistemas de Telecomunicações na Inatel. Teixeira tem experiência na comercialização de serviços e produtos de tecnologia em empresas como Vivo, Argo e Xerox, sendo o idealizador e responsável pela ampliação e consolidação da marca CCM, de mobile control.

Comentários

  • Rogerio Correa

    Interessante o artigo, pois mostra ganhos significativos. Realmente o celular é uma ferramenta de comunicação indispensável na gestão de negócios. seu controle, ou seja, deste recurso de forma ótima merece total atenção.

PUBLICIDADE

RECEBA NOVIDADES

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Oferecimento:

Projeto mantido por:

Media Partners:

Projeto hospedado por: