Artigos

Banners programáticos: 4 dicas para aproveitar ao máximo os seus criativos

Quando se fala em mídia programática, as primeiras palavras que vem à mente são: dados, leilão, otimização de budget. Para muitos, mídia programática também é ver vários banners sem parar enquanto navegamos pela internet. Muitas pessoas esquecem que também é possível usar tecnologias de automação para personalizar banners em tempo real. Se o primeiro passo é a compra programática, o segundo é ter os banners automatizados também.

Existem algumas razões que podem fazer os banners programáticos serem mais assertivos que os de campanhas de mídia online tradicionais: eles são criados de acordo com os produtos de interesse do usuário, com mensagens personalizadas e baseado no interesse da marca, podem ser usados em todos os estágios do funil e podem mostrar tanto produtos best-sellers quanto recomendar produtos ou serviços complementares aos que já foram adquiridos.

Mas, se você ainda não sabe como aproveitar ao máximo os seus criativos, aqui vão 4 dicas:

 

1 – Use seus dados primários para potencializar as mensagens

Você já possui toda a informação necessária para engajar seus clientes existentes. Use-os. Analise os seus dados de CRM para entender o que seus clientes querem e personalizar as ofertas de acordo com seus desejos, ao invés de impactar todo o tráfego do site, clientes existentes e os novos usuários, com os mesmos criativos.

 

2 – Apareça em todos dispositivos

Esqueça o Flash e certifique-se de que seus criativos são HTML5. Hoje, os clientes esperam que os anúncios sejam otimizados para mobile web e aplicativos.

 

3 – Cuidado com a super exposição

Criar banners atrativos, com a recomendação certa e impactar o usuário na hora correta não adianta muito se a página estiver povoada do mesmo banner. O usuário se sente perseguido e perdido no meio de tanta informação. Calibre o frequency cap e acerte na quantidade de banners para cada usuário. Quantidade não significa qualidade.

4 – Aconselhe-se com seu parceiro de mídia programática

Sim, ele é seu maior aliado para identificar as melhorias que podem ser feitas nos seus criativos para aumentar a sua conversão. Mudar o tipo de banner, a cor do fundo, o botão do call-to-action… Ou priorizar produtos e usar o algoritmo para recomendações de acordo com a indústria ou o objetivo da campanha. Faça testes A/B para entender o que melhor se adéqua à sua campanha.

 

Em estudos que realizamos com clientes da indústria de travel, verificamos aumento de até 10% no CTR (clickthrough rate) apenas por mudarmos a cor do botão de call-to-action de verde para laranja. Além disso, com clientes do setor fashion, colocamos duas imagens de produto no mesmo tamanho e o CTR triplicou.

Isso mostra que a mídia programática não matou a criatividade! Ela potencializou o poder da criatividade de impactar os usuários de maneira assertiva e relevante. Então, não esqueça das dicas e utilize a inteligência de dados e a publicidade programática para melhorar os seus resultados. Com muita criatividade!

Manoella Fidalgo

é especialista em Marketing de Serviços pela FAAP e possui curso de Marketing pela Universidade da Pensilvânia, EUA. Possui 8 anos de experiência em gerenciamento de marketing e mídias online (display e mobile) e offline, tendo atuado pelo Esporte Interativo, Terra e Timwe. Hoje atua como Gerente de Marketing LATAM e Espanha pela Sociomantic Labs.

Comentários

PUBLICIDADE