Artigos

Por que as Marcas precisam entender as novas Tecnologias?

Sempre me perguntam quais serão as tecnologias que farão uma nova Revolução e que vai mudar nossas vidas nos próximos anos? Eu respondo que não será bem uma tecnologia, porque elas já existem, mas uma forma de conviver com ela. A Revolução é Social (de Pessoas para Pessoas) e isso é que vai comandar e orientar as novas tecnologias.

É claro que a primeira coisa que vem em mente de todos os especialistas ou entendidos é a Realidade Aumentada, Inteligência Articificial, Wearable technology, Robótica, Impressão 3D e por ai vai. É fato, essas inovações já estão sendo implementadas. Mas eu acho que o que irá nos impactar em bem pouco tempo não é uma nova tecnologia propriamente dita, mas um uso mais frequente e inteligente das tecnologias no dia a dia e que já temos a nossa disposição. (essas mencionadas inclusive!).

Por conta extamente disso,  em um futuro próximo estaremos presenciando a Educação sendo tomalmente remodelada, novas profissões e o emprego da forma que conhecemos, não fará sentido, a medicina vai implantar no mercado os estudos de décadas e utilizaremos devices e chips no corpo,  as grandes empresas e suas pesadas estruturas não existirão mais e serão ultrapassadas por negócios pequenos, rápidos e inovadores. Entre outras situações ainda mais disruptivas.

Reconheço que as pessoas são céticas quanto a inovação de ruptura, a maioria das pessoas não consegue enxergar as mudanças que já estão acontecendo. Por isso, trago aqui neste artigo, uma das constatações de fácil entendimento e que temos presenciado na prática no dia a dia por conta desta tendência e Evolução Social, que é a mudança na AUDIÊNCIA e o posicionamento das MARCAS neste contexto.

Primeiro é importante afirmar que NÃO somos mais somente telespectadores passivos, 71% das pessoas assistem Televisão enquanto navegam conectadas na internet. Já se procura  mais SMART TV do que outro aparelhos normais.  E isso muda tudo!!

As marcas passam a entender que  as campanhas publicitárias e o Marketing precisam trabalhar as emoções e relações humanas, conteúdo passa ser essencial e o storytelling uma estratégia importante, ao invés apenas publicidade de marcas, preços, comparações e tendências.

É claro que na hora de comprar os consumidores levam em conta as funções, características, os benefícios e as vantagens dos produtos e serviços, mas É preciso também criar de alguma forma, uma ligação emocional nesta  oferta para gerar impacto mesmo que imaginário na vida e na mente do consumidor.  Pode ser Humor, alegria, tristeza, carinho, enfim, qualquer coisa que toque o coração e o consumidor registre aquilo na  memória.

Exatamente neste sentido, veja a campanha da operadora de Celular True Move da Tailândia, quando criou o slogan que a “Generosidade é a melhor forma de comunicação” e fez mais de 12 milhões de pessoas chorarem ->  http://www.youtube.com/watch?v=HDi66yKKxDM

Nesta nova postura de Branding, o importante é colocar a cultura e o interesse do consumidor no centro da estratégia de marketing, afinal não estamos mais vendendo produtos e, sim, oferecendo experiências de marca e consumo. E esse consumidor está em todo lugar conectado e em todos os canais e não somente ouvindo rádio, lendo jornal e assistindo televisão, como antes.

Este novo Marketing que muitos entendem como MultiCanal, é na verdade a convergência de campanhas para mídias específicas em um único objetivo. Na verdade, tudo passa pelo Digital, mesmo as mídias tradicionais precisam interligar suas campanhas com os canais Digitais pois 50% ou mais dos consumidores irão procurar a MARCA OnLine depois de serem impactados pelas mídias tradicionais.

Na TV por exemplo, 55%, no Jornal 48%, nas Revistas 61%. Além disso 47% dos consumidores pesquisam OnLine antes de comprarem OffLine.   Enfim, o que quero afirmar é que o Marketing como um todo passa a ser DIGITAL.

Pense Nisso!! @JoaoKepler

João Kepler

Especialista em Comércio Eletrônico, Marketing Digital, Empreendedorismo Digital e Vendas.CEO na Plataforma B2B de Internet Ticketing @ShowDeIngressos. Escritor e autor de Livros e DVD´s, como: “Vendas 3.0″, “O vendedor na Era Digital” e “Vendas & Atendimento”.

Comentários

PUBLICIDADE