Artigos

Como melhorar a transformação digital dentro da sua empresa?

Essa expressão já deve ter passado inúmeras vezes na sua timeline e suscitado a seguinte dúvida: como posso melhorar a transformação digital na minha empresa? E vou além, sua empresa já adentrou o processo fundamental de digitalização para se manter viva e ativa para os próximos anos?

A transformação digital, entre outras coisas, tem como principal função otimizar os recursos de tecnologia com o objetivo de aumentar e maximizar a eficiência operacional e o retorno para as empresas. Esse desafio, muitas vezes, impõe dificuldades como, por exemplo: descoberta e entendimento de dados; acesso, confiabilidade e visão única das informações para o negócio, proteção e consumo desses dados/informações.

Não é segredo para nenhum executivo ou líder de empresa que a pandemia provocou mudanças de paradigmas e fez com que avançássemos muitas casas rumo ao um processo digital para não termos prejuízos ainda maiores. Foi uma sobrevivência dura, mas que hoje vemos a importância de nos reinventarmos rapidamente e seguir em pé, com os nossos negócios superando as adversidades dos últimos dois anos.

No nosso dia a dia, ouvimos termos que, nem sempre, nos remete à realidade intrínseca da transformação digital. São conceitos que devem permear todo processo de digitalização necessário para atingi-la. Data Analytics, a Inteligência Artificial, a Integração de Aplicações e Hiperautomação, a Visão Única de Cliente e/ou Produto, Governança e Privacidade de Dados compõem essa importante frente para potencializar as estratégias de negócios de toda e qualquer instituição.

E o que todos esses termos têm em comum? Uma infinidade de ferramentas especializadas em cada uma delas, que oferecem recursos para Catalogar, Ingerir, Integrar, Limpar, Relacionar, Governar, Proteger, Preparar e Compartilhar os dados. Todas essas funcionalidades têm em si a necessidade de conexão com as nossas bases de dados e, a partir daí, oferecer as funcionalidades as quais se dispõem. A existência e necessidade de múltiplas ferramentas, que precisam se conectar às mesmas bases de dados, para entregar o que precisamos, não representam uma redundância e “perda” de energia para algo que já foi feito?

Será que ninguém ainda pensou em uma ferramenta que, uma vez conectada à sua base de dados, possa oferecer, com excelência, todos os recursos que são essenciais para realmente transformar e dar uma guinada com o processo de digitalização tão cruciais para os dias atuais e para ter um futuro próximo mais amigável e alcançar performances ainda mais bem-sucedidas? A reflexão cabe perfeitamente se queremos seguir evoluindo e acompanhando esse cenário complexo que vivemos.

É um dos sócios fundadores da ORYS, atuando em Vendas, com foco em resultado para os clientes, sempre voltado ao ecossistema de dados (Integração, Governança e Qualidade), comprometido com a jornada de adequação à LGPD e GDPR. Sua trajetória profissional de mais de 25 anos de experiência executiva inclui atuações em multinacionais de TI (IBM, Lenovo, SAP e Samsung), tendo trabalhado em gestão de equipes e estruturação de unidades de negócios. Julião é formado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal do Ceará, com mestrado em Redes de Computadores e especialização em Programa de Desenvolvimento Executivo pela Fundação Dom Cabral.

Comentários

PUBLICIDADE