Artigos

5 razões para conhecer a nova forma de segmentação contextual semântica

Desde que o digital se tornou parte ativa do nosso dia a dia, vivemos uma eterna fase beta quando falamos de tecnologia no mercado de publicidade online. Privacidade, novas regulamentações, o desenvolvimento de novas plataformas, tudo isso se tornam componentes de uma inquietude constante na era dos dados.

Se de um lado há uma preocupação legítima sobre a forma como os dados e a privacidade dos usuários estão sendo utilizados, por outro lado, a atenção também se volta para os publishers e anunciantes que devem adaptar suas tecnologias para que possam segmentar o público e entregar uma publicidade relevante para ele.

Nesse cenário, uma solução já existente no mercado ganha protagonismo: a segmentação contextual semântica através de algoritmo de inteligência artificial.

 

Conheça a segmentação contextual semântica através de IA

Imagine um visitante de uma página de receitas, com ele podemos presumir o interesse em comidas, bebidas, utensílios, ingredientes, etc… A partir desse contexto, é possível fazer uma segmentação eficiente e escalável para atingir um determinado público-alvo ou descobrir novas audiências.

A tecnologia contextual semântica através de Inteligência Artificial constrói modelos precisos e robustos de segmentação focando no significado de cada palavra em seu contexto real e categorizando centenas de milhões de páginas. Quando uma nova página é detectada no inventário, o sistema imediatamente extrai o conteúdo relevante da página e a classifica utilizando algoritmos de processamento de IA que dão agilidade e escalabilidade
ao processo.

Se você ainda não conhece a segmentação contextual semântica através de IA, veja 5 razões para conhecer agora:

 

1) Segmentação certeira

Imagine uma campanha para o carro Gol, se você utilizar apenas uma técnica de keyword, as chances do seu anúncio aparecer numa página de esportes é grande. A simples segmentação demográfica há muito tempo já não atende ao mercado. E com o fim do cookie e a transição para a formação da base de consentimento do usuário, as marcas
precisam ganhar o máximo de eficiência para encontrar o seu público-alvo.

A tecnologia por trás da segmentação contextual semântica através de IA é uma alternativa ao cenário cookieless, totalmente de acordo com as novas regulamentações e com grande precisão na entrega.

 

2) Brand Safety

Tradicionalmente a segmentação semântica era aplicada para assegurar o brand safety das campanhas e diminuir o risco da marca aparecer em páginas fora do contexto da campanha ou da marca. Mas com o desenvolvimento da tecnologia, a inteligência artificial se tornou mais sofisticada e hoje é possível combinar diversas segmentações na mesma impressão.

Essa associação entre o anúncio e o conteúdo é extremamente valiosa para os anunciantes e traz um impacto positivo na percepção do consumidor, assegurando o brand safety.

 

3) Escala em Real Time

A categorização das páginas é feita por machine learning, ou seja, a medida em que o algoritmo de inteligência artificial se aprimora, ele não só analisa mais páginas como ganha capilaridade na segmentação aumentando o seu detalhamento.

Esse processo de baixar e quebrar o conteúdo das páginas permite relacionar as palavras entre si e entender o seu verdadeiro contexto praticamente em real time, o que torna a solução altamente escalável.

 

4) Audiência mais qualificada, mais rentabilidade pelo CPM

A segmentação contextual semântica através de IA combinada com os conjuntos de dados proprietários dos publishers, oferece ao setor uma alternativa mais segura e assertiva do que o uso de dados de terceiros.

Ser proprietário do conteúdo e conhecer profundamente sua audiência são atributos desejados pelo mercado, valorizando o custo por impressão pela eficiência que ela apresenta para o comprador.

 

5) Melhora a experiência para o usuário

Com a segmentação contextual é possível trabalhar com criativos dinâmicos, adaptando uma oferta e a mensagem de forma mais precisa, impulsionando a performance das campanhas.

A segmentação contextual semântica através de IA realiza a exibição de anúncios que são relevantes para o contexto editorial em que são colocados. Esse match entre o anúncio e o conteúdo prende a atenção e cria um envolvimento maior do usuário. É o conteúdo certo, no lugar certo, na hora certa.

Taísa Pereira

Com mais de 8 anos de experiência no mercado digital, Taísa Pereira acumula passagens pela Afilio e Mercado Livre nas áreas de afiliação e monetização. A executiva atualmente é responsável pela operação brasileira da Smart Ad Server, focando esforços na construção de relacionamento com os parceiros e clientes para melhorar a monetização de seus inventários.

Comentários

PUBLICIDADE