Menu

Notícias

Manter a produtividade na empresa vai além da força de vontade

Você senta por horas em frente ao computador, sente que tem aquela vontade de entregar seu máximo pela empresa que trabalha –  ou pior ainda, para seu próprio negócio – mas na prática não é bem assim que acontece. Perde o foco com facilidade, procrastina tarefas importantes e fica rolando a timeline das redes sociais sem nem perceber que já se passaram mais de 20 minutos fazendo nada. 

Antes de buscar métodos infalíveis para aumentar a produtividade, ferramentas para auxiliar no foco ou técnicas para gerenciar melhor seu tempo, saiba que tudo isso ajuda, mas ser produtivo vai muito além desses mecanismos e simplesmente da sua força de vontade. A produtividade está diretamente ligada com uma vida saudável e equilibrada tanto no aspecto físico quanto emocional. 

E em 2021, saúde e bem-estar ganharam foco no setor empresarial. Que tal você também começar o ano fazendo por você mesmo e impactando diretamente onde você trabalha? Se você deseja aumentar seu rendimento nos negócios, primeiro, precisa equilibrar alguns campos da vida. Confira:

 

Comece se exercitando

Estudos já comprovam que a atividade física regular aumenta a produtividade no trabalho. Após uma análise da Universidade de Bristol feita com 200 pessoas, os resultados indicaram que, comparado com os participantes que não fizeram exercício, o grupo que praticou atividade teve 21% maior poder de concentração, 41% mais motivação e 25% ainda terminaram antes do tempo. Isso tudo só comprova como a produtividade no trabalho é afetada diretamente com o estilo de vida que você leva. 

Além do mais, quando a escolha é por uma atividade física na rua, a prática ao ar livre ajuda a aumentar a vitamina D no organismo. Esse é um nutriente importante para diversas funções do corpo humano. Absorvida em maior quantidade através da exposição, essa vitamina ganhou foco no último ano, já que o isolamento provocou carência dela no organismo de muitas pessoas, influenciando no bem-estar. A falta de vitamina D aumenta em 75% o risco de desenvolver depressão, afetando diretamente a produtividade. 

 

Uma alimentação saudável também influencia

A escolha pelos alimentos também interfere no seu rendimento. Um estudo feito pela Universidade de Las Palmas, na Espanha, fez uma análise de 21 mil voluntários. Os pesquisadores concluíram que as pessoas que comiam mais alimentos ricos em gorduras saturadas e trans tinham mais chance de ter depressão. 

Logo, se sua alimentação é baseada em comidas gordurosas e pobres em nutrientes, você vai sentir mais cansaço, dificuldade para processar pensamentos e outros problemas físicos, interferindo na sua produtividade. O contrário acontece com uma alimentação saudável e equilibrada. O organismo transforma todos os nutrientes em energia para você encarar bem o seu dia.

Além disso, ainda no aspecto da alimentação, vale reforçar a importância de manter o corpo hidratado para o alto rendimento. Quando você sente sede, seu organismo entende que está faltando algo e começa a poupar energia para se manter regulado. Dessa forma, a concentração fica dividida, e como sobreviver é uma prioridade para o cérebro, é normal ter dificuldade de focar em algo importante quando você está desidratado.

Comentários

PUBLICIDADE