Notícias

Como os influenciadores digitais e youtubers estão modificando o mercado de Marketing?

Por Gabriela Manzini*.

 

Assessorada pela agência Digital Stars, a youtuber Maleena 0202 já declarou o quanto a intermediação entre o influenciador e as marcas facilita o seu trabalho. “[Ter um intermediário] mudou pra gente também. Por muito tempo, eu trabalhei só com o meu pai, que também é publicitário, mas ele tinha agência e não podia sair para me ajudar com tudo. Eu lá, estudando, com 21 anos, escrevia e-mail para cara de agência grande… ficava perdida. Aí é que entrou o intermediador, e [agora] eu só me preocupo com o roteiro. Isso facilitou a minha vida e das agências também. Lidar com influenciadores é muito complicado”, contou a youtuber.

A declaração foi feita na última Conferência Digitalks sobre Content e Mobile, realizada neste ano, em São Paulo, durante o painel “Como fazer tanto sucesso quanto os youtubers e atrair clientes com conteúdo em vídeo”.

>> Conferência Content e Mobile 2016 traz urgência para ações com mobilidade e aborda tendências

Maleena em debate na Conferência Digitalks Content e Mobile 2016.
Maleena em debate na Conferência Digitalks Content e Mobile 2016.

 

Estamos na Era do Influenciador Digital e, aos poucos, as marcas passam a absorver esse conceito. Para se ter uma ideia da mudança de paradigma que estamos vivendo, segundo pesquisa recente realizada pela Rakuten Marketing Internacional, 30% dos pais admitem que estão propensos a gastar mais em um produto de roupas para seus filhos se ele foi endossado por algum influenciador digital, como uma blogueira, vlogger ou instagrammer.

O estudo também apontou que 23% dos pais confiam mais em influenciadores online para tomadas de decisão. Enquanto se achava que o endosso viria muito por conta de espelho em celebridades, os dados da pesquisa mostraram que são os influenciadores online que estão “fazendo as cabeças” desse público.

Fato: o levantamento reflete o comportamento no Reino Unido – mais sobre o estudo aqui – mas se mostra como uma tendência facilmente aplicável ao Brasil no médio prazo.

>> 30% dos pais gastam mais se o produto for endossado por influenciador digital

Apesar o conceito estar sendo absorvido, ainda fica a dúvida de como surfar nas ondas digitais dessa trend. No ramo da moda, por exemplo, fica clara a necessidade de se afiliar a blogueiras reconhecidas pelo público que se deseja atingir, para pegar um exemplo mais claro dessa aplicação. Mas e em outros ramos de atuação? Como se aproximar de influenciadores digitais?

 

Como se aproximar de influenciadores digitais

Sabe-se que não é a mídia pela mídia quando se trata de influenciador, afinal, ele gera valor real para a marca. Se o trabalho for bem feito, o influencer apenas vai topar divulgar produtos ou serviços que tenham fit com o seu próprio universo; ele não vai correr o risco de se queimar com seus fãs e seguidores.

Ainda existem poucos recursos para essa aproximação entre marcas e influenciadores, no entanto, uma plataforma recente desponta como alternativa para profissionais de marketing que enxergam o caminho da Era do Influenciador Digital. “Os influenciadores têm muito mais que fãs, eles têm seguidores ativos que engajam e, por isso, converte muito se uma campanha estiver super bem feita. O ideal é explorar os youtubers de nicho que tem um bom número de retenção de audiência em cada vídeo que ele posta”, explica , o desenvolvedor, designer e empreendedor em série Ariel Alexandre. Ele participou do mesmo debate em que se encontrava Maleena 0202 mencionado no início do texto, e comentou sobre uma nova plataforma que está lançando chamada Celebrity’s.

Com mais de 10 anos de experiência no mercado nacional de internet, Ariel é também CEO e co-fundador do Reminds e um dos sócios-fundadores do Videolog. “Eu criei o Videolog no Brasil, foi o primeiro site de compartilhamento de vídeos do mundo e nós já fazíamos isso em 2008, ou seja, encontrávamos videologgers para as empresas contratarem para fazer vídeos para as empresas. Hoje, o mercado evoluiu muito, e empresas de todos os tamanhos pensam em contratar esses youtubers para as suas campanhas de marketing”.

Sócios do Celebrity's
Da esquerda para a direita: Rafael Stavarengo, Ariel Alexandre e Bruno Pires, sócios da plataforma Celebrity’s.

A ideia do novo negócio partiu de uma demanda de mercado e se mostra uma opção para sanar um gap ou dificuldade que profissionais da área enfrentam hoje. “Ouvi alguns amigos youtubers famosos comentando sobre como este mercado está quente, quem é, como estão ganhando muito dinheiro fazendo campanhas publicitárias. Pelo outro lado, ouvi que esse mercado precisa de uma profissionalização e de possibilidades de utilizar os Creators para produzir conteúdo para empresas de todos os tamanhos. Ouvi também o desejo das agências/anunciantes em contratar youtubers de nicho para usar o poder de influência deles para fazer campanhas”, relatou em entrevista exclusiva para o Digitalks.

A ideia ganhou corpo junto de seus sócios, Bruno Pires e Rafael Stavarengo, respectivamente CEO e CTO do Celebryt’s. Formado em Comunicação pela ESPM e com um background de Diretor de Negócios na indústria de entretenimento e marketing, Pires chegou a coordenar a agenda de celebridades e músicos para campanhas publicitárias, trabalhou em estreita colaboração com profissionais da indústria da música para obter direitos de uso de imagem de artistas em gravações publicitárias e trabalhou com algumas das maiores agências de publicidade do país, incluindo W/Brasil, Almap, BBDO, F/Nazca e Publicis, além de ter produzido campanhas publicitárias para clientes como Nestlé, Banco Itaú e Credicard.

Já Stavarengo é desenvolvedor e engenheiro de sistemas com 13 anos d experiência de mercado e já ministrava cursos e programação na Microlins desde os 16 anos de idade. Todos se conheceram em outras empresas que criaram e Stavarengo trabalhava em uma das organizações de Ariel.

 

Como gerar valor para a marca

Influenciadores digitais geram valor para as marcas a partir do momento que divulgam produtos para uma audiência qualificada e pronta para saber sobre a sua solução, serviço ou produto. Essa foi a conclusão do debate na última Conferência Digitalks.

Considerando as mudanças de hábito dos consumidores atuais, é importante ter em mente que o influencer online se tornou a associação mais natural para a audiência quando se pensa em Branding. E, uma vez que se pode metrificar a ação e fazer pushs com aquilo, o influenciador digital se associa diretamente à performance também. “Eles são produtores de conteúdo e alguns têm uma audiência muito grande para impactar. Hoje, os youtubers tem um canal, mas também tem loja na internet, livro etc. E é bom lembrar que cada vez menos os jovens têm assistido à TV aberta e [cada vez] mais ao YouTube e redes como Snapchat, o que mostra o potencial de alcance que o marketing pode explorar”, comenta Ariel.

Nesse sentido, o Celebrity’s funciona como uma espécie de marketplace de youtubers e influenciadores em geral, e a empresa interessada tem acesso facilitado a esse tipo de pessoa para tentar promover seus produtos. “É uma plataforma que conecta empresas a youtubers de todos os tamanhos e, ali mesmo, a empresa encontra, cria um planejamento, contrata os youtubers e acompanha o resultado em tempo real”, explica Ariel – que disponibilizou um vídeo institucional com mini demo para exemplificar o processo, uma vez que o serviço é novo no mercado.

Clique nas imagens abaixo para vê-las ampliadas

O nosso algoritmo retorna os canais e informações muito relevantes para o anunciante tomar a decisão que vai ter um maior ROI, como, por exemplo, histórico de audiência, previsão de crescimento, VVM, engajamento e valores estimados de cada um dos principais formatos que o YouTuber pode oferecer, o que ajuda muito na distribuição de orçamento entre um ou mais youtubers, dispensando o pedido inicial de orçamento ou mídia kit pelo anunciante. Nós não temos uma base exclusiva de casting de youtubers, nós retornamos todos os youtubers que existem e estão performando muito bem”, relata o empreendedor, contradizendo o argumento de uma possível beneficiação de determinados influenciadores.

Em eventos do Digitalks, na troca com os mais diversos profissionais de Marketing, fica claro que nem sempre é fácil acompanhar as mudanças de comportamento dos usuários e se adaptar a isso em tempo recorde. Em um momento de Jornada do Consumidor, Snapchat se tornando um fenômeno social e a Era do Influenciador em pauta, parece natural que pessoas influentes no meio online se tornem a referência que a área de Relações Públicas e Branding buscam ao associar conceitos de Teoria do Espelho para suas campanhas. Dessa forma, os influenciadores digitais estão modificando o mercado trazendo um novo recurso para que as marcas repensem suas estratégias e, até mesmo, facilitem sua entrada com o público-alvo. Temos cases interessantes no ramo, mas fica a dúvida de como os profissionais vão otimizar suas rotinas e campanhas na prática para mais essa tendência que veio para ficar.

 

>> E você, concorda que os influenciadores digitais estão modificando o mercado de Marketing? Tem alguma experiência de sucesso para compartilhar?

Deixe sua opinião nos comentários. Estamos curiosos!

 

Comentários

PUBLICIDADE

RECEBA NOVIDADES

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Oferecimento:

Projeto mantido por:

Media Partners:

Projeto hospedado por: