Menu

Notícias

Semana com 50 palestras online ocorrerá em abril

Ensinar técnicas essenciais àqueles que querem começar seu próprio negócio e auxiliar pequenos e médios empreendedores com o desejo de alavancar suas empresas. Esse é o objetivo do Brasil Empreendedorismo 2015  – #BEM2015, promovido pela Acelera Startups. O evento terá “novas atitudes, melhores resultados” como tema e acontecerá entre os dias 6 e 12 de abril. Serão 50 palestras transmitidas online ao longo de uma semana, em diversos horários.

unnamed (4)

Entre os palestrantes estão nomes de peso nacionais e internacionais, como: Renato Santos, coautor da atual versão do Empretec e conselheiro de Roberto Justos em Aprendiz – O Retorno (2013) e Aprendiz Celebridades (2014), da Rede Record; Lynda Weinman, co-founder do Lynda.com, um dos maiores sites de educação online do mundo; e Marcelo Sales, da aceleradora de startups 21212. Serão abordados temas como inovação, planejamento, gestão, vendas, comunicação e direito empresarial, entre outros.
Segundo Fabrício Santos, um dos idealizadores do evento, a iniciativa é uma forma de despertar empreendedores adormecidos ou receosos. “O empreendedorismo é a salvação do Brasil. Quanto mais pessoas estiverem gerando negócios, emprego e renda, mais a sociedade se desenvolve”, afirma.
O Brasil Empreendedorismo 2015 será transmitido por streaming por meio da plataforma Stealth Seminar. São aguardados cerca de 10 mil espectadores às palestras, gravadas pelos próprios convidados ou seguindo o formato de entrevistas e mesas redondas comandadas pelos organizadores. Para participar, basta se inscrever no site por e-mail, conta no Facebook ou Google+ – as inscrições já estão abertas. A programação completa também estará disponível na página web do evento.
O congresso tem o apoio da Press Works, agência de conteúdo que trabalhará na divulgação do evento; da Citizen, que cuidará da gravação, edição e transmissão dos vídeos; da YetiLab, responsável pela área de programação e web; e da Ninja Digital, gestores das redes sociais.

Comentários

PUBLICIDADE