Menu

Notícias

Freelancers: 5 ferramentas para profissionalizar a rotina

O principal desafio dos freelancers é ser seu próprio chefe. Se por um lado isso quer dizer trabalhar quando quiser e não receber ordens de ninguém, por outro significa que o único responsável pelo cronograma e bom funcionamento dos projetos é você.

unnamed (1)

“Os ‘freelas’ são profissionais como quaisquer outros, então precisam de uma certa infraestrutura e ferramentas para garantir uma rotina eficiente”, afirma Adriana Maia, especialista em vendas do Office Total Shop (www.officetotalshop.com.br), e-commerce de equipamentos de impressão. Ela indica cinco ferramentas importantes para quem trabalha de forma independente:
1. Cobre certo
Quanto vale a sua hora? Essa é apenas uma das variáveis que deve ser levada em conta na hora de estipular o valor de cada job. O Ivanlance, disponível apenas em inglês, considera ainda diversas outras informações para o cálculo e ajuda a chegar no preço adequado. “Claro, vale a pena colocar uma gordurinha para ganhar espaço de negociação”, recomenda Adriana.
2. Crie uma agenda
O segundo passo é garantir que todos os compromissos serão cumpridos e os deadlines, respeitados. Para isso, nada melhor do que a boa e velha agenda. Claro, num mundo onde a maior parte do trabalho é feito e armazenado na nuvem, o ideal é uma opção virtual – há diversas, com diferentes níveis de complexidade e variadas capacidades de integração a outros sistemas, mas a do Google atenderá a boa parte das suas necessidades.
3. Adeque sua infraestrutura
O termo home office não é por acaso: mesmo que o expediente seja dentro de casa, são necessárias ferramentas de um escritório profissional. O que exatamente isso significa depende do ramo de atuação do freelancer, mas alguns itens são essenciais. “Muitos documentos, como contratos, ainda precisam ser impressos ou escaneados, por isso esses são equipamentos básicos”, conta a especialista do Office Total Shop, que oferece mais de 200 modelos desses aparelhos, das principais marcas do setor.
4. Organize o andamento das tarefas
Gestão de projetos parece um termo muito rebuscado para o profissional freelancer. No entanto, pode fazer a diferença entre estar mergulhado em um mar de obrigações desorganizadas, e saber exatamente qual função desempenhar em cada dia. O Trello, por exemplo, oferece um workflow simples e customizável, que ajuda a identificar em que pé anda qual projeto e facilita a priorização de tarefas mais complicadas ou urgentes.
5. Controle as finanças
Uma das tarefas mais difíceis de um profissional independente é controlar o dinheiro que entra, sai, e toda a parte contábil. Isso inclui organizar e emitir notas fiscais, pagar impostos, investir em equipamentos ou capacitação e, claro, juntar um pouco. Contratar um contador pode ser uma boa opção, assim como utilizar um software ou app de gestão financeira, como o ZeroPaper.

Comentários

PUBLICIDADE