Notícias

O futuro da Internet segundo Mary Meeker’s

Relatório com as principais tendências das mídias digitais de 2018  aponta crescimento de assistentes de voz e serviços on demand

 

*Por YouPix

 

Um dos mais aguardados relatórios anuais de tendências da Internet foi divulgado na Code Conference, da Vox Media.  Mary Meeker, sócia da empresa de investimentos Kleiner Perkin e listada como a 77ª mulher mais poderosa do mundo pela Forbes em 2014, foi a responsável por apresentar os insights do mundo digital que irão moldar o nosso futuro. O report conta com 294 páginas em que Meekers destacou esse futuro que já está batendo a nossa porta.

 

Confira a seguir um resumo com os principais pontos mencionados por Mary Meeker:

1. O mundo está cada vez mais online

 

2. Assistentes de Voz

A venda de dispositivos de reconhecimento de fala, como o Amazon Echo, alcançou mais de 30 milhões de unidades vendidas no último ano.

 

3. E-commerce

É a atividade que mais cresce pelo celular. O Google está expandindo sua plataforma de anúncios para o comércio, enquanto a Amazon está se movendo para a publicidade. O Facebook também entra forte nas recomendações para e-commerce.

 

4. Publicidade migrando para o Mobile

 

5. Empregos mais flexíveis

 

6. Serviços de assinatura em alta

Plataformas estão apostando primeiro em conquistar suas audiências. Elas oferecem algum tipo de assinatura, e assim, mantem um público fiel ao produto. É o caso de empresas como Netflix e Spotify quem vem apresentando muito crescimento.

 

7. Customização de serviços baseado em dados

Os dados disponíveis em dispositivos móveis passam a permitir um nível maior de customização com resultados, aumentando o engajamento da audiência de acordo com os gostos pessoais de cada um. Isso aumenta, por exemplo, a descoberta de novos artistas no Spotify de acordo com o seu perfil

 

8. Domínio de mensagens instantâneas

 

9. Holy Trinity da Internet

Google e Facebook agora dividem o pódio de gigantes da Internet com a Amazon. A última, por exemplo, entrega os resultados de busca e vende os produtos de sua base. Google que se cuide 😉

 

10. Privacidade dos dados

Mesmo com toda discussão sobre privacidade envolvendo o escândalo da Cambridge Analytica e o vazamento de dados do Facebook, ainda há um interesse dos usuários em compartilhar seus dados, desde haja melhorias nos produtos. Meeker apontou que, enquanto somente 25% dos norte-americanos estão dispostos a abrir mão de privacidade, na China este percentual sobe para 38%.

 

O relatório ainda destacou outras tendências como:

  • Grande interesse na explosão das criptomoedas, com destaque para um curso sobre Bitcoin (BTC) que entrou no top 10 das aulas mais populares nas faculdade em 2017.
  • Em 2017, as empresas de tecnologia investiram 18% de suas receitas em pesquisa e desenvolvimento e bens de capital, contra 13% em 2007.
  • O mercado de smartphones permaneceu estagnado, sem crescimento.

 

*Matéria publicada originalmente no portal YouPix.

Comentários

PUBLICIDADE

RECEBA NOVIDADES

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Oferecimento:

Projeto mantido por:

Media Partners:

Projeto hospedado por: