Artigos

O mercado digital no nordeste

Nordeste, o que falar? Lindas praias, gente hospitaleira e empreendedorismo transpirando na pele desse meu povo!

Os olhos se voltam para essa região cujo últimos índices apontaram como 2ª maior em demanda de compras online e crescimento de novos e-consumidores no Brasil. (e-Bit)

Mas apesar de tamanha fartura, o empresariado nordestino (em sua maciça maioria), parece que ainda não acordou para essa realidade, e os grandes players se destacam cada vez mais aproveitando incentivos fiscais e instalando seus Centros de Distribuição por aqui.ecommerce no nordeste

Vamos analisar um pouco melhor a situação:

DEMANDA – Não foi criada uma nova demanda para o consumo de produtos e serviços no ambiente digital, a grande verdade é que os mesmos clientes que compravam na loja da Dona Maria, agora estão comprando em um novo canal (lojas online) e o pior, de uma concorrência que ela há pouco tempo atrás jamais imaginaria ter! A fatia do bolo agora está sendo dividida com empresas que souberam aproveitar o “time” e hoje colhem seus frutos e muito provavelmente também os frutos (entenda como clientes) da Dona Maria.

AMEAÇA – Se o empresariado nordestino não despertar em tempo hábil para esse acontecimento,  terá um sério problema nas mãos, pois um novo perfil de consumidores já foi firmado e as novas gerações cada vez mais só sairão para comprar em um estabelecimento distante de suas casas se houver muito valor (não preço) envolvido, caso contrário, sem chances!

OPORTUNIDADE:

― Dona Maria, por favor, entre nesse novo canal, mas faça diferente e o diferente é a mesma coisa!

― “Ôxente, esse menino”, e o que seria isso?

―  Continue chamando seus clientes pelo nome!!

― Mas como assim “homi de Deus”?

― Simples “minha véia”, comece pegando toda a sua carteira de clientes, que a senhora formou em anos e inicie as operações chamando-os para conhecer seu novo canal de atendimento e vendas online, diga-lhes, por exemplo, que a senhora está entregando os pedidos no mesmo dia.

―  Por que no mesmo dia?

― Porque a senhora pode!

A sacada aqui é que se Dona Maria focar no eCommerce local, ela poderá diminuir custos e otimizar os processos de logística tendo como consequência disso, o poder de competir ao nível de grandes players que carregam consigo o pesado fardo do crescimento. E isso é assunto suficiente para render um próximo artigo!

Fica então a dica: Estude bem, planeje bem e faça as contas direitinho, talvez você chegue a conclusão de que iniciar querendo atender todo o Brasil não seja o melhor caminho para você.

Faça seu cliente sorrir mais cedo, entregue no mesmo dia!

Marcelo Paiva

é Diretor da Makprime, Dealer da Access Music no Brasil, MBA em Gestão Empresarial, gerencia projetos de eCommerce nos segmentos de Varejo, Hotelaria, Gastronomia e Educação, apaixonado por Gameficação para e-Commerce, palestrante do eCommerce Brasil, DigiTalks, OMI (Online Marketing Institute), SEBRAE e Gerente do programa Google Business Group para a cidade de João Pessoa/PB.

Comentários

PUBLICIDADE