Artigos

Inteligência Artificial para o Marketing: mitos e verdades

O que deve mudar no marketing digital com plataformas de Inteligência Artificial, e o que não parece viável, por enquanto

 

Ferramentas com Inteligência Artificial [IA, ou AI na sigla em inglês] devem invadir o mercado até 2019. Sem usar inteligência artificial, eu já posso imaginar que você está rolando seus olhos pra cima e pensando, com um rosto entediado: “Só se fala nisso agora. Falar é fácil, quero ver aplicar!”

É fato que as aplicações de IA ainda não dominaram o mercado, ou melhor, os mercados. A boa notícia é que já tem sim muita gente boa trabalhando nisso há algum tempo, desenvolvendo projetos com apoio das ferramentas e plataformas de IA do Google, Amazon, IBM, entre outras. Para se ter uma ideia, desde 2017, o Google se autodenomina uma empresa AI-First, tendo este norte no desenvolvimento de todos os seus produtos e áreas internas.

Entre junho e agosto deste ano, tive o grande privilégio de participar do Google Launchpad Brasil – programa de aceleração do Google – dessa vez focado em projetos de aplicações em Inteligência Artificial. No passado, o programa era sediado no Vale do Silício, onde se graduaram empresas como o Arquivei, NuBank, QuintoAndar e LoveMondays.

Neste ano, pela primeira vez, o Launchpad adotou iniciativas regionais e veio ao Brasil. Aqui, projetos em diversas áreas foram escolhidos para contarem com o suporte técnico e logístico, através de workshops, validações e conversas com mentores especializados e especialmente selecionados, além do acesso às ferramentas, plataformas e metodologias Google.

Com base nos aprendizados do programa, leituras sugeridas e nas discussões que acompanhei em eventos como o Digitalks AI-Summit, preparei uma breve lista daquilo que poderemos, ou não, encontrar no mercado já no ano que vem.

 

O que esperar das aplicações de Inteligência Artificial no Marketing em 2019

  • Sugestões de tarefas corretivas;
  • Avisos e alertas inteligentes;
  • Automatização de Processos;
  • Interações por voz e expressão facial;
  • Produção autônoma de conteúdo.

 

O que NÃO esperar das aplicações de Inteligência Artificial no Marketing em 2019

  • Insights estratégicos;
  • Conhecimentos prévios;
  • Insights criativos;
  • Tomadas de decisão autônomas, não programadas;
  • Livre arbítrio.

 

Ou seja, soluções baseadas em coleta e análise de dados que utilizam tais insumos para sugerir ou automatizar soluções devem se tornar cada vez mais proativas, otimizando o tempo e a performance dos profissionais de Marketing Digital. O que não podemos esperar são soluções baseadas em intuição, criatividade ou vontade própria. Embora a tecnologia avance a passos largos, ainda estamos no início desta jornada.

Aqui na Contentools, por exemplo, avançamos também rumo à tendência. No fim de agosto, a empresa se graduou no intensivo de três meses do Google Launchpad – programa de aceleração do Google, para o qual apenas seis empresas foram selecionadas em 2018 (anote: Contentools, Mandaê, JetBov, LivUp, Vérios e Docket). Dele, nasceu a Max – Inteligência Artificial da Contentools, a ferramenta que desenvolvemos para transformar o Marketing de Conteúdo no Brasil e no mundo diante da nova Era da Inteligência Artificial.

Neste momento nossos desenvolvedores estão ajustando os últimos detalhes, mas posso compartilhar mais informações e sugerir aplicações para a Max, se quiser: é só usar o QR-Code do texto para entrar em contato direto comigo. Quem vai te responder serei eu mesmo ou possivelmente outra pessoa do meu time, não uma máquina. Por enquanto.

De qualquer maneira, o uso de ferramentas em Inteligência Artificial deve se expandir rapidamente por todas as áreas e seu desenvolvimento deve trazer novas possibilidades de uso, anteriormente não vislumbradas. As possibilidades são muitas, e é muito gratificante fazer parte de tudo isso!

 

Tiago Otani

Inbound Marketing Manager da Contentools. Internacionalista pela Universidade de S. Paulo, apaixonado por Marketing, tecnologias emergentes e esportes aquáticos. Ajuda empresas e agências a otimizar processos e escalar seu Marketing de Conteúdo.

Comentários

PUBLICIDADE