Artigos

Geolocalização: como alcançar os melhores resultados

Entenda como utilizar a geolocalização para melhorar seus resultados

 

Imagem de uma mão segurando um celular. Ao fundo prédios e algumas nuvens, Na tela do celular está desenhado um ícone que indica a localização.

A segmentação faz parte de toda estratégia publicitária para chegar ao público certo e não desperdiçar verba com quem não é um potencial consumidor do produto a ser oferecido. Há várias maneiras de fazer isso, e a geolocalização é uma delas. Mas como usá-la para alcançar os melhores resultados?

Se um anunciante quiser falar especificamente com aqueles que estiveram na última Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, pode checar todos que estiveram no endereço e horário em que o evento aconteceu para ter um target assertivo. É isso que uma segmentação publicitária baseada em geolocalização tem como premissa. As vantagens, no entanto, vão muito além.  As marcas podem, por exemplo:

Determinar um perfil:

Com os dados sobre o local que um usuário visita, cruzados com a frequência e horário em que costuma se encontrar nele, pode-se identificar o perfil daquela pessoa. Se vai à mesma escola, por um tempo curto, cinco vezes por semana, é provável que tenha filhos. Mas se frequenta a mesma escola e permanece nela durante toda a manhã ou tarde, pode-se acreditar que seja um estudante.

 

Oferecer uma proposta conveniente:

A ferramenta permite se aproveitar da proximidade de um usuário, anunciando o que há de interessante por perto, como um novo restaurante na vizinhança onde mora ou trabalha. Ou ainda exibir um produto em oferta para clientes que já estão dentro de seu estabelecimento.

 

Enfrentar a concorrência:

Além de anunciar para quem está dentro da sua loja, é possível também fazê-lo para quem esteve visitando um concorrente. A ferramenta leva o anúncio de um determinado produto para que esses potenciais clientes possam também conhecer as versões e ofertas da sua marca.

Usar dados climáticos:

Em um dia quente, um anúncio publicitário de sopas seria inefetivo. Mas e se fosse, ao invés disso, ofertada uma promoção de ar-condicionado? A previsão do tempo da posição de um usuário pode ser usada para a entrega de conteúdo de acordo com as condições meteorológicas.

As informações adquiridas por uma boa ferramenta de geolocalização trazem a identificação da latitude e longitude de um usuário através do seu celular. Esses dados são fundamentais na hora de trabalhar com uma segmentação do público a ser impactado pela publicidade e garantem números mais sólidos de visualizações, cliques e conversão em venda.

 

Marcio Figueira

é formado em Marketing pela FGV e é country manager da DynAdmic Brasil. Com quase 30 anos de experiência na área, foi presidente do comitê de vídeo do IAB (Interactive Advertising Bureau) e tem como especialidades Internet Business, e-commerce e mídia online.

Comentários

PUBLICIDADE