Artigos

Como fazer curadoria de conteúdo e melhorar os resultados de SEO

Aprenda como identificar e produzir conteúdo com potencial de obter uma boa performance orgânica, além de aumentar as conversões do seu site

 

Que o conteúdo é rei, todo mundo já sabe. Que uma estratégia de marketing de conteúdo é essencial para o sucesso de um projeto de SEO, também. Mas o grande desafio é como produzir o famigerado conteúdo de qualidade.

Neste artigo apresentarei algumas técnicas para ajuda-los a produzir e reaproveitar artigos que vão gerar mais visitas e consequentemente mais conversões.

“Se o conteúdo não for melhor que aqueles que estão na primeira página do Google, nem perca tempo em produzi-lo”

Se o objetivo é obter um bom posicionamento orgânico comece analisando os dez primeiros resultados orgânicos do Google para os tópicos que irá produzir.

 

Pontos de atenção:

  1. Análise os títulos e descrições
  2. Extensão do conteúdo (quantidade de palavras)
  3. Estrutura do texto (subtítulos, bullet points, parágrafos curtos)
  4. Estrutura das Heading Tags
    1. H1 no título
    2. H2 na linha fina
    3. H3 nos subtítulos
  5. Otimização das imagens (alt, title, nome do arquivo e legenda)
  6. Conteúdo responde todas as dúvidas do tema?
  7. Volume de compartilhamentos sociais e comentários
  8. Quantidade de links internos
  9. Quantidade de links externos e suas origens

 

Pro tip: Faça pesquisas com os termos que deseja posicionar e analise a SERP (páginas de resultados). Se o Google retornar resultados de imagens e vídeos, para os termos pesquisados, é um sinal de que os usuários que pesquisam por essas palavras buscam esse tipo de conteúdo. Portanto, se você trabalhar esses formatos no conteúdo que irá produzir aumentará a probabilidade de chegar às primeiras posições orgânicas.

pesquisa

“Conteúdo que não converte é publicação gratuita”

Antes de mais nada é preciso determinar quais os objetivos do conteúdo, uma vez definidos fica mais fácil determinar o que será uma conversão. Por exemplo, se o objetivo for atrair links (link baiting), inbound links serão suas conversões. Caso o objetivo seja captar leads, formulários preenchidos na página podem ser considerados conversões.

 

Como identificar e reaproveitar artigos previamente publicados

Para essa tarefa recomendo uma das minhas ferramentas de SEO favoritas: a SEMRUSH. Utilizando o gráfico de distribuição de posição orgânica, selecione as palavras-chave que estão entre as posições orgânicas 11 e 20. Observem que o site em questão possui 2.644 palavras na segunda página do Google, um verdadeiro diamante bruto a ser lapidado.

distribuição organica

Agora você tem duas opções: trabalhar com as palavras que estão mais próximas da primeira página ou ordenar por volume de pesquisa e trabalhar com aquelas que têm maior potencial de gerar tráfego. Observem que nesse caso existem duas palavras que estão na 11ª posição e possuem volumes de pesquisa muito altos.

posição orgânica

O próximo passo consiste em identificar as páginas onde esses termos foram trabalhados e otimiza-las.

organica

 

Como aumentar a relevância de uma página?

Para responder essa pergunta, vou compartilhar um checklist que norteará seu trabalho de otimização on-page:

  • A palavra-chave está no Title (título SEO) e na meta description?
  • A palavra-chave é trabalhada na H1?
  • A palavra-chave é trabalhada na H2 ou H3?
  • A palavra-chave é trabalhada nas 100 primeiras palavras do conteúdo?
  • A palavra-chave é trabalhada no URL? (Cuidado! Ao alterar o URL, se sua plataforma não cria redirecionamentos automaticamente, fale com seu programador antes)
  • A palavra-chave é repetida ao menos 3 vezes em toda a extensão da página?
  • Foram utilizados sinônimos da palavra-chave?
  • A palavra-chave foi negritada ao menos uma vez?
  • Inclua imagens relevantes e otimize o nome do arquivo, alt, title e legenda com a palavra-chave ou variações (sinônimos).
  • Aponte ao menos 5 links internos utilizando a palavra como anchor-text (texto do link)
  • Conquiste ao menos 3 links externos, em sites relevantes, utilizando a palavra como anchor-text.

 

Siga os passos acima e as chances de melhorar o posicionamento para o termo selecionado aumentarão consideravelmente.

Pro tip: o processo de identificação e otimização de conteúdo funciona para páginas de serviços, categorias de produtos e serviços.

 

Onde encontrar novas ideias para produzir conteúdo que ranqueia e converte?

Existem várias ferramentas que podem ajudá-lo a obter novas ideias para produzir artigos e conteúdos relacionados para suas páginas de produtos e serviços. Uma delas é, novamente, a SEMRUSH.

Utilizando a ferramenta de análise de palavras-chave, é possível obter ideias de correspondência de frases e extrair insights para produzir artigos com alto potencial de atrair tráfego orgânico e consequentemente conversões.

organiza2

Exemplo de uma correspondência de frase para utilizar em uma página de FAQ

 

Outra ferramenta bem interessante é o ubersuggest. Com ela é possível coletar várias ideias de termos complementares que podem se tornar artigos com alto potencial de gerar tráfego orgânico.

ubersuggest

ubersuggest2

Termos relacionadas de A-Z com ubersuggest

 

Uma vez identificados os termos em potencial é só seguir o checklist acima e produzir artigos otimizados. Mas, lembrando que conteúdo que não converte é publicação gratuita. Portanto, defina os objetivos do conteúdo, as personas e para qual etapa do funil ele  será direcionado.

 

Conclusão

“Não se constrói autoridade com redatores terceirizados, ninguém melhor que você e os colaboradores da sua empresa para descrever seus produtos e serviços”.

 

No meu próximo artigo vou demonstrar como medir a efetividade de uma estratégia de SEO com foco em marketing de conteúdo.

CSO na agência de Marketing Digital Hedgehog Digital. Desde 2015 listado entre os top 3 SEOs do Brasil, tendo ganho o prêmio no mesmo ano. Há mais de 10 anos apaixonado por SEO, Content Marketing e Marketing Digital em geral. Já liderou mais de 100 projetos de SEO e Content Marketing em empresas no Brasil, Reino Unido e Europa.

Comentários

PUBLICIDADE