Artigos

Como escolher a melhor agência de marketing digital para o seu e-commerce?

Imagem: fundo vermelho com mini carrinho de compras e sacolas. marketing digital.

É a dúvida de muitas lojas como escolher e o que deve ser analisado na hora de escolher sua agência de marketing digital. Afinal, com inúmeros fornecedores que temos, fica difícil tomar essa decisão às cegas.

O marketing e um dos grandes pilares que vão sustentar o seu e-commerce. Utilizo a metodologia dos 9 pilares, que eu mesmo desenvolvi, para entender quais são os pontos principais que você deve considerar na hora de montar o seu e-commerce.

O último, mas não menos importante deles, é o marketing. Ele é o último pilar, pois deve feito quando todos os outros já estiverem bem estruturados.

Não adianta fazer propaganda se seu produto não estiver disponível e também, de nada adianta ter o produto mas, não divulgá-lo.

Especialmente quando seu e-commerce é uma marca nova ou seus produtos não são populares no mercado. O papel do marketing é exatamente esse, divulgar para que sua loja seja conhecida. O tamanho do seu faturamento é diretamente proporcional ao seu investimento em marketing.

Afinal, não dá para querer faturar sem investir em divulgação.

 

Como escolher a agência de marketing?

Existem muitos fatores a serem levados em consideração ao escolher uma agência de marketing para o seu e-commerce.

Não faça sua escolha porque agência X tem nome ou porque o concorrente utiliza dela.

 

1.Competências necessárias

Primeiro de tudo, verifique se a agência tem as competências necessárias para realizar a sua demanda. Se o seu objetivo é o Google Ads, procure por fornecedores que sejam certificados; se está procurando algo mais focado em social, procure a agência que faça esse tipo de trabalho bem.

 

2.Quem são as pessoas por trás da agência

Uma empresa é feita por pessoas e é importante que você saiba quem são os profissionais que você está prestes a contratar. Currículo, históricos e projeto são alguns dos aspectos que você pode observar daquele profissional.

Muitas agências ainda são novas e não possuem uma carteira recheada de clientes, mas as pessoas por trás da agência possuem uma história e clientes. Por isso é importante que você não saia julgando esse fornecedor como “ruim” ou “bom” pela idade da empresa.

 

3.Validar quem são os clientes

Pode ser que nem sempre seja possível, mas quando for, procure saber quem são os clientes da agência e entre em contato com eles.

Pergunte sobre o atendimento, preços, como que a agência funciona, etc.

Já me aconteceu de eu ligar para uma empresa e disseram que o atendimento era bem ruim.

Quando liguei para outra, eram só elogios para o atendimento. Descobri que o preço que essas empresas pagavam eram bem diferentes um do outro. Assim, você consegue avaliar o quão “importante” a sua empresa vai ser dentro da agência, dependendo do seu orçamento.

O preço não determina a qualidade de um serviço, mas vai justificar a quantidade de atenção e dedicação do fornecedor.

Black Week Digitalks | Confira aqui algumas estratégias para melhorar suas campanhas na Black Friday + Promoção Expo Digitalks 2020 Clique aqui e saiba mais

 

4.Empatia

Uma empresa, feita de pessoas e cada uma tem personalidades diferentes. Este item e o item a seguir estão correlacionados, pois é preciso que os dois lados saibam se comunicar e tenham empatia um pelo outro.

O trabalho do marketing não é só colocar as campanhas no ar, são eles que serão responsáveis pela cara da sua marca.

 

5.Sinergia de propósitos

A sua empresa e o fornecedor tem que ter sinergia de propósitos. É o marketing quem vai montar suas campanhas, então esse setor, mais do que ninguém, tem que comprar a ideia do seu negócio.

Como a agência vai trazer na essência o propósito do seu e-commerce? Por isso é importante que exista essa ligação com esse fornecedor, pois caso contrário, suas campanhas não vão passar a mensagem que você realmente quer transmitir.

 

6.Feeling

Parece bobo, mas o feeling, ou seja, seu pressentimento é uma dos fatores mais importantes na hora da decisão.

Mesmo verificando todos os itens anteriores, está tudo certinho, nenhum problema foi apresentado, mas você ainda está com uma pulga na orelha? Confie no seu instinto.

Pode não ser um sentimento muito concreto, é aquele “não fui com a cara de fulano” que pode fazer o seu projeto dar errado.

Você, o dono do negócio, precisa estar seguro de si mesmo e acreditar nas suas próprias decisões e sentimentos.

 

Não deu certo

Tudo bem se não deu certo. É mais comum do que você imagina.

Às vezes, mesmo validando todos os itens acima, alguma coisa pode não acontecer como o planejado.

Não se desespere, porque nesse caso, é só reiniciar. Procurar outra agência, validar os processos e fechar o contrato.

Temos uma média, nos meus clientes da consultoria, de troca de agência a cada 18 meses. Logico que não é legal você ficar trocando de fornecedor a cada três meses, porém, quando encontrar um que se identifica com o seu propósito e atende as suas expectativas, não tem por que procurar outro.

Claro que isso vai depender se a agência se renova, se é oferecido novas perspectivas e se o trabalho está rendendo o seu investimento.

 

Conclusão

Atente-se à escolha de fornecedor, pois é esse cara que vai te ajudar a vender e colocar o seu negócio lá em cima.

Não existe uma agência melhor do mundo que atenda à todos os e-commerces, sem falhas. O ponto importante aqui, é você encontrar a que melhor atende às necessidades do seu negócio e que se identifique com o seu propósito.

Encontrar fornecedores e fechar contrato com eles não é algo para se fazer de forma leviana, principalmente quando falamos de marketing.

Está em dúvida? Pergunte para profissionais do mercado, pode perguntar para mim. Se eu não conhecer, indico alguém que conheça. Mas, não deixe de avaliar bem antes de escolher a sua agência de marketing digital.

Thiago Sarraf

é especialista em e-commerce e internet, consultor, professor, palestrante, investidor-anjo e empresário. Formado em Marketing, com especialização em Negociação e certificados em Google Adwords e Analytics. Lecionou em grandes instituições como Faculdade Impacta Tecnologia, FMU, ESPM, Universidade Buscapé e Internet Innovation, hoje seu foco principal é a consultoria de e-commerce e em seus cursos de própria autoria voltados para pessoas que querem abrir ou já possuem um e-commerce e empresários no geral que desejam se aprofundar no tema.

Comentários

PUBLICIDADE