Artigos

Como atender as demandas em cibersegurança?

A cibersegurança precisa ser adaptada e observada constantemente, uma vez que as ameaças ao ambiente tecnológico crescem a todo instante

 

A pandemia trouxe mudanças significativas de adaptação em nossas atividades diárias. Este processo de adaptação continuará, acompanhado de impactos econômicos ainda não totalmente contabilizados, com a diminuição das atividades na cadeia produtiva da maioria dos mercados. O novo ambiente de negócios se modifica em uma velocidade nunca antes observada e todos estes movimentos trouxeram impactos significativos no volume de transações e serviços sendo executados via internet.

Acompanhado a estes movimentos, está a cibersegurança, que precisa ser adaptada e observada constantemente, uma vez que as ameaças ao ambiente tecnológico crescem em velocidade similar, ou maior, ao volume de transações via internet. As ameaças são direcionadas tanto aos usuários/pessoas físicas quanto às empresas que desenvolvem seus negócios e integrações digitais via internet. A necessidade de identificar e mitigar estas ameaças é constante.

 

Processo de adaptação

Atender a demanda de adaptação às novas necessidades em segurança da informação deve ser parte de um processo de melhoria de capacidades internas ou contratadas de um parceiro prestador de serviços. A transformação digital acontecerá em diferentes níveis em cada mercado e empresa, e sabemos que é necessária muita atenção às vulnerabilidades de tais ambientes tecnológicos. Escolher parceiros ou colaboradores ágeis e com alta capacidade de adaptação às mudanças de ameaças ao ambiente digital é fundamental no processo interno de preparação ou de seleção de um colaborador desta área.

A cibersegurança pode garantir a continuidade dos negócios ou prejudicá-los de modo significativo se for negligenciada.

A escolha de parceiros de negócios precisa obedecer critérios de avaliação que considerem também as vulnerabilidades deste parceiro. Lembrando: “Uma corrente é tão forte quanto o seu elo mais fraco”. O parceiro pode compor sua solução tecnológica e, as vulnerabilidades deste parceiro refletem diretamente nas vulnerabilidades da sua solução. Empresas e seus fornecedores precisam trabalhar de forma colaborativa para identificar potenciais problemas e encontrar conjuntamente as soluções necessárias para mitigá-los.

 

Principais mudanças para empresas

Cloud computing não é mais uma escolha e a variação entre as empresas será da profundidade desta adoção. Os ambientes serão híbridos e/ou multi-cloud. Isto também deve variar ao longo dos próximos anos, sendo que quanto mais tempo passar, mais profunda será a utilização de ambientes em cloud. Os serviços em cloud evoluíram muito nos últimos anos e os padrões de segurança também.

As aplicações precisam estar acompanhadas de segurança de acesso e proteção contra tentativas de ataques maliciosos, com soluções robustas, atualizadas constantemente e equipes capacitadas para o acompanhamento permanente das ameaças ao ambiente digital e rápidas ações de tomada de decisão para mitigação de eventuais vulnerabilidades.

Não temos dúvidas que a pandemia é um acelerador do processo de transformação digital de várias empresas. Projetos foram acelerados, antecipados e remodelados para atender às novas demandas. As capacitações precisam se adaptar na mesma cadência dos projetos e seus requisitos de cibersegurança. As mudanças ainda não são definitivas, pois o “novo normal” não existe e ele será construído com a evolução e adaptação de cada mercado nos próximos meses e anos. Podemos ainda não ter uma visão clara de um novo modelo e ambiente de negócios, mas sabemos que ele será diferente do que existia.

Helder Ferrão

atua no mercado de tecnologia há mais de 30 anos e já ocupou cargos executivos em empresas de diferentes segmentos, como: Citibank, J.P.Morgan, AT&T, Hughes Telecomunicações e Logica Tecnologia. Possui experiência na gestão de áreas operacionais, engenharia de redes, projetos, desenvolvimento de negócios e marketing. Atualmente atua como Gerente de Marketing de Industrias para a América Latina, analisando as tendências do desenvolvimento tecnológico e transformação digital dos diferentes mercados e como a Akamai pode contribuir com seus clientes nesta evolução.

Comentários

PUBLICIDADE