Artigos

Com a Inteligência Artificial, o Search deixa de ser tático e ganha papel estratégico no marketing

Descubra por que a Inteligência Artificial e o Search estão levando a indústria para um lugar verdadeiramente interessante

 

O mundo do marketing inevitavelmente encontrou e fundiu-se com a inteligência artificial, construindo uma amizade mutuamente benéfica. Embora muitos duvidem e tenham desconfianças quanto ao resultado desta relação, as evidências apontam para o seu sucesso.

Em seu coração, a IA é construída com dados, que têm uma parte significativa entregue pela inteligência dos motores de busca, que coletam e interpretam sinais de intenção, como solicitações, necessidades, emoções e contexto.

A busca é inerente à tecnologia em um mundo conectado, permitindo que ela nos ajude a ser mais produtivos ao coletar informações para melhorar continuamente a experiência de cada usuário. Em suma, é uma ferramenta poderosa e impressionante, muito mais que uma mera caixa de pesquisa.

Não só a busca paga é uma valiosa ferramenta de marketing responsável por uma parcela importante da publicidade online global, como os dados de busca também estão no centro da evolução da computação.

Vejamos o Bing como um exemplo. O Bing é a inteligência incorporada em mais de 500 milhões de dispositivos usando o Windows 10, permitindo em todo mundo, 18 bilhões de respostas para a Cortana, alimentando os resultados da web que pedimos à Alexa e à Siri, bem como integrado com o Microsoft Azure, BI e CRM e, como resultado, tem um conhecimento gráfico de mais de um bilhão de pessoas, lugares e coisas, incluindo mais de 21 bilhões de fatos associados e entende mais de 5 bilhões de relações entre entidades. O conhecimento adquirido sobre o público é enorme. Os dados de pesquisa, quando combinados com as habilidades da IA para fundamentar grandes volumes de dados, permitem a compreensão profunda dos usuários.

A inteligência e a visão fornecidas pela busca são primordiais para os profissionais de marketing. É necessária uma visão completa de seus clientes em todos os canais para traçar informações e estratégias pertinentes ​​e, em última análise, entregar a personalização em escala.

As plataformas de IA baseadas na busca criam um potencial para os anunciantes tanto terem acesso a dados e informações, como também atuar sobre os mesmos. Por exemplo, uma assistente digital pode receber uma consulta de voz de seu usuário perguntando: “me ajude a encontrar um terno preto para a festa da próxima semana“. Isso fornece informações do produto, mas também informações contextuais – o usuário quer “ajuda”, sugerindo urgência, e o usuário tem seis dias para encontrar o terno certo para uma ocasião festiva. Com isso, é possível se posicionar estrategicamente e criar seus anúncios e campanhas para as necessidades exatas dessa pessoa. Se, na quarta-feira, da próxima semana, o usuário ainda não comprou, eles sabem que devem continuar a entregar anúncios relevantes de terno preto, com base na informação de intenção original. Ao fornecer uma segmentação mais personalizada é mais provável que o usuário se envolva com o anúncio e, consequentemente, realize a compra.

Neste novo campo de comércio, a inteligência emocional e a IA são a base de uma nova era, na qual a geração de valor por parte das marcas e anunciantes é preponderante para o sucesso. Busca por voz, serviços cognitivos como detecção de emoções, reconhecimento visual e de gestos e, claro, os serviços fornecidos por bots estão se tornando mais e mais possíveis e atuantes com IA. Como consequência, as pessoas estão interagindo de forma mais natural e proativa com a tecnologia, permitindo uma profundidade de troca de informações entre usuários e marcas crescente. Tem-se um enorme potencial e uma grande capacidade de impactar positivamente o engajamento de marcas em um nível que nunca vimos antes.

Nossa capacidade de racionalizar e gerenciar grandes quantidades de dados elevou o significado estratégico do marketing além das expectativas de outros tempos, lançando uma era de transformação digital para marcas que incorporam recursos de IA nos cenários de engajamento com seus clientes.

É uma oportunidade crítica para determinar a expectativa de vida de determinados negócios. Hoje, 68% dos principais diretores de marketing no mundo veem o crescimento e receita como prioridades máximas. Em uma era altamente interconectada e rica em informações, a IA pode ajudar as empresas a transformar seus níveis de engajamento e produtividade para melhor.

A Inteligência Artificial e o Search estão levando a indústria para um lugar verdadeiramente interessante.

A quantidade crescente de dados, a capacidade cada vez mais sofisticada de aprendizagem das máquinas e IA fornecerão uma compreensão cada vez mais profunda do consumidor. Como resultado, Search está passando de uma tática de marketing para um componente cada vez mais importante na conexão com o consumidor.

Ao beneficiar-se do aprendizado das máquinas e compreender o papel estratégico do Search, as possibilidades para as marcas agora, e também no futuro, são infinitas.

Se você é anunciante e leitor do Digitalks e quer experimentar o poder do marketing de busca para conquistar seus clientes, o Bing está disponibilizando um cupom com crédito de R$200,00 para quem iniciar suas campanhas investindo R$50,00. Para solicitar seu cupom, acesse este link.

 

Este artigo foi produzido em parceria com: Steve Sirich, General Manager de Bing Ads Marketing na Microsoft.

Jane Graziele

é Marketing Lead para América Latina de Microsoft SearchAdvertising. Com mais de 17 anos de experiência em marketing digital, tem atuado no planejamento e execução de programas de marketing com foco em resultados, em empresas de tecnologia e e-commerce como Dell e Americanas.com. Também foi professora universitária lecionando e-commerce e marketing digital em Porto Alegre - Rio Grande do Sul.

Comentários

PUBLICIDADE

RECEBA NOVIDADES

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Oferecimento:

Projeto mantido por:

Media Partners:

Projeto hospedado por: