Artigos

Afeição: como o branding influencia na decisão de compra

Ao menos para os profissionais de marketing, não é nenhuma novidade que fazer ações para potencializar o branding (ou seja, promover o valor de marca por meio de ações publicitárias para a sua empresa) é fundamental para o sucesso.

O fato é que muitos profissionais já fazem isso, mas de forma muito automática. Já outros, muitas vezes, acabam não fazendo, devido a objeções na hora de captar investimentos para campanhas desse tipo, principalmente porque é difícil mensurar os resultados.

No mundo da internet, a meu ver, isso parece cada vez mais grave. O foco em conversões e nenhuma preocupação com a visualização da marca fazem com que as campanhas de vendas se tornem muito caras, difíceis e complexas.

Nos últimos tempos, porém, esse cenário vem mudando para as empresas de grande porte, que estão produzindo campanhas virais e conteúdo valioso para a propagação da marca na internet, fugindo um pouco do mundo exclusivo das conversões! (Abordei esse tema num outro artigo, acesse AQUI.)

Para entender melhor por que esse tipo de ação funciona e como ele efetivamente influencia a decisão de compra das pessoas, procuro conteúdos voltados para esse conhecimento, e resolvi compartilhar com vocês um fator indicado pelo livro as “As armas da persuasão”.

 

Afeição!

Segundo pesquisas realizadas a respeito das eleições canadenses, os candidatos que os leitores consideravam mais afeiçoados obtinham mais votos. Sem contar que outra pesquisa, do mesmo livro, apontou que automaticamente indicamos atribuições como gentileza e honestidade a pessoas com melhor aparência.

No mundo das vendas físicas, isso também é muito utilizado para o público-alvo ser impactado por esse tipo de atração. Por esse motivo é que lojas de varejo contratam pessoas semelhantes e com boa aparência.

Esse livro trabalha um conceito chamado de “Clique, zum”. Esse conceito revela que alguns gatilhos mentais são ativados quando recebemos alguns comandos e que é muito difícil controlarmos essa reação.

E o que o branding tem a ver com isso?

Quando trabalhamos campanhas de branding, deixamos o produto ou a marca mais íntima e familiar para as pessoas, e esse fator é determinante para a decisão de compra.

Assim, entendemos facilmente o porquê de algumas ações de branding funcionarem tão bem. Uma daquelas de que mais me recordo está relacionada ao lançamento de um carro em shoppings pelo Brasil inteiro. O simples fato de colocar o carro em shoppings já o tornou muito mais familiar para o público que frequenta esses espaços, gerando grandes resultados para a marca. (Infelizmente, não tenho esses dados para uma análise.)

Vocês sabiam sobre esse aspecto que é tão valioso para as marcas? Consideram que o aspecto da “afeição” seja mais importante a partir de agora?

 

>> Comentem sobre esse texto!  É de extrema importância debatermos esse assunto, não acham?

 

Avatar

é especialista em Marketing Digital e gerente de Novos Negócios na LinkBrand, agência de marketing digital integrado. Com passagens por empresas renomadas do mercado, Gustavo iniciou a sua carreira há mais de 15 anos, exercendo cargos operacionais como web designer e cargos comerciais na área do marketing digital. Ao longo desse período​,​ adquiriu amplo conhecimento em vendas on​-​line, compreendendo as mais diversas funcionalidades e alcances de ferramentas que, utilizadas estrategicamente, são realmente capazes de promover os melhores resultados segundo os objetivos de cada empresa. Ao longo dos anos​,​ adquiriu amplo conhecimento em vendas on​-​line, compreendendo as diversas ferramentas para buscar sempre os melhores resultados de negócios para as empresas.

Comentários

PUBLICIDADE