Artigos

7 formas de enviar um E-mail Marketing mais eficaz, usando UX design

Não é novidade que, com a internet, mudamos nossa maneira de interagir e reagir a diferentes aspectos, desde uma simples conversa até a forma como consumimos produtos, serviços e até informações. Todos nós vivenciamos essa experiência. Com isso, diversas profissões e atividades surgiram para suprir, justamente, essas necessidades específicas e se adequarem à rapidez com que as transações acontecem online.

Nesse sentido, cuidar para que a interação entre o usuário/consumidor versus a empresa, seja a mais inesquecível possível, eficaz e única não são detalhes, mas, sim, uma necessidade. Hoje, esse conceito é chamado User Experience Design (UX DESIGN) e, por meio de elementos de diagramação, identidade visual e arquitetura da informação, entrega uma experiência agradável para que o usuário converta.

 

Mas o que UX tem a ver com Email marketing?

Tudo! Quando pensamos em blogs, sites e projetos específicos, sempre lembramos de UX. Mas a maioria das pessoas não considera sua importância no envio de e-mail marketing e campanhas promocionais, ainda mais com a grande oferta de plataformas que oferecem este serviço com templates profissionais, clean e white label com excelente custo-benefício.

A questão é que, no e-mail marketing, a usabilidade entra, claramente, com o objetivo de apresentar valor ao leitor, além de destacar a importância daquele conteúdo e, consequentemente, despertar interesse e gerar fidelização e/ou conversão.

 

Como o e-mail pode afetar a experiência do usuário

Um estudo de comportamento chamado Email Newsletters: Surviving Inbox Congestion, de Jakob Nielsen, mostra que o leitor gasta em média 51 segundos lendo um e-mail marketing.

Confira um trecho do estudo:

“We found that users are extremely fast at both processing their inboxes and reading newsletters: the average time allocated to a newsletter after opening it was only 51 seconds. Reading is not even the right word, since participants fully read only 19% of newsletters. The predominant user behavior was scanning. Often, users didn’t even scan the entire newsletter: 35% of the time, participants only skimmed a small part of the newsletter or glanced at the content”.

 

Isso quer dizer que é como se ele apenas “passasse o olho” com uma leitura dinâmica ou escaneasse o e-mail, como eu já contei em meu artigo anterior sobre escaneabilidade. Para saber como adaptar seu conteúdo a eeste conceito, clique aqui.

Listei abaixo 7 dicas para ajudar a enviar um e-mail marketing mais assertivo, todas alinhadas com os princípios de UX. Confira:

 

1 – Vamos começar do início! Email, domínio e logo

Seu público deve reconhecer, sem dificuldade, que é você que está enviando aquela mensagem. Ter um domínio próprio, um logo coerente e uma linguagem clara e objetiva é fundamental para atingir bons resultados, ter uma boa taxa de abertura e cliques.

 

2 – Crie e mantenha uma identidade visual

Fazer com que seu público reconheça sua marca é um atributo importante, que transmite credibilidade e consistência. Criar uma linha visual organizada e apresentável agrega confiabilidade e, por isso, deve ser empregada também em campanhas de e-mail marketing.

 

3 – Bullet points e numerações (listas)

Crie intertítulos em seu conteúdo para torná-lo mais fluído e categorize seu conteúdo em bullets e listas. Assim, ele estará mais organizado e fácil para a leitura.

 

4 – Call to action

Seja criativo e, se fizer sentido para o seu público, tente usar palavras de ação diferentes. Nem sempre o imperativo funciona. Deixe o botão em destaque e com cores chamativas, mas atente-se para o conjunto da obra.

 

5 – Cuidado com as imagens

Nem sempre elas são necessárias! Muitas vezes, deixar o e-mail somente em texto pode deixá-lo mais pessoal, como se fosse, de fato, uma conversa via e-mail. Mas se tiver imagens, seja criativo: atente-se à qualidade e limite a quantidade.

 

6 – Design Responsivo

Não preciso explicar muito, não é? Diversas plataformas fazem a adaptação dos emails para dispositivos móveis, inclusive com prévias de como eles serão visualizados. Atente-se e gere um conteúdo considerando sempre a abertura em celulares e tablets. Eles continuam em alta!

 

7 – Social media:

Pode ser um pilar em uma estratégia de inbound marketing. O mesmo vale para um disparo de e-mail marketing! Disponibilize suas mídias e destaque os botões para compartilhar seu conteúdo nas redes sociais.

 

Espero que, com essas dicas, você consiga ter mais sucesso em seus disparos de e-mail marketing. Aproveite e faça sempre a mensuração de seus resultados. Essa é uma etapa fundamental. Assim, aos poucos, você saberá o que funciona ou não para o seu público.

 

Caio Burato

é graduado em Relações Públicas pela Universidade Metodista de São Paulo e pós-graduado em Gestão de Comunicação e Marketing pela Universidade de São Paulo (USP). Hoje, atua como analista sênior de comunicação e marketing de produtos na Locaweb e é um entusiasta da comunicação como fonte de valor.

Comentários

PUBLICIDADE