Artigos

7 erros para evitar em disparo de email marketing

Imagem: carta com um @ representando um email marketing.

O disparo de email marketing pode ser um aliado importante na sua estratégia digital. Um protagonista na sua busca por um aumento nas vendas, mais do que um simples complemento de outros meios de comunicação.

Existem duas razões muito simples para justificar a sua importância. Uma prende-se com a sua popularidade. Estima-se que em 2019 existam cerca de quatro bilhões de utilizadores de email, um número que poderá ultrapassar 4,4 bilhões até 2023.

A outra tem a ver com o fato de ser um meio de comunicação muito pouco invasivo. Pense no quão fácil é cancelar assinaturas de newsletters e na importância de conceder poder e autonomia ao consumidor nos dias atuais.

E, no entanto, esta preponderância do email na sociedade contemporânea pegou de surpresa alguns especialistas no setor do marketing, que se revelaram muito pessimistas em relação à sua futura relevância. Especialmente, em uma época que parecia inteiramente destinada ao domínio das redes sociais.

O fato de os millennials não terem rejeitado esse meio de comunicação contribuiu muito para a sua sobrevivência (e inclusive consolidação). Certos dados estatísticos apontam para este grupo etário como o que mais tempo dedica por dia à verificação da caixa de entrada.

Estão então criadas as condições para fazer do disparo de email marketing um instrumento fundamental de conversão. E, se possível, rentabilizá-lo ao máximo, tendo como meta o seu ROI potencial de 4400%.

Porém, existem certos critérios e regras a respeitar, de modo a explorá-lo com eficácia. Neste artigo, vamos apresentar alguns dos erros inadmissíveis para evitar, se o seu objetivo é usá-lo de forma inteligente.

 

Erros de conteúdo

1.Aposta insuficiente em conteúdo de qualidade

A complexidade do mundo digital levou à emergência de inúmeras formas de atrair atenção e expandir o alcance da comunicação. Contudo, a estratégia mais viável e certificada de crescimento continua a passar pela aposta em conteúdo com substância. Este não só será apreciado pelo seu público-alvo, como será promovido pelo Google e outros motores de busca. Se não for capaz de escrever conteúdo interessante e atrativo, faça-se rodear por profissionais que o saibam fazer por si.

2.Negligência do poder das imagens, vídeos, GIFs e outros elementos visuais

Uma boa forma de tornar a sua newsletter ou email mais atrativos passa pela inserção de elementos visuais. Muitas vezes, recomenda-se a proporção de 60% texto/ 40% imagem no disparo de email marketing. A porcentagem reservada à imagem não deve ser ultrapassada, até porque um excesso de elementos visuais pode tornar a abertura mais morosa.

Uma curiosidade: estima-se que a mera menção da palavra vídeo no assunto de um email aumente a CTR em 65%.

 

Erros de design

3.Não explorar o potencial de um design atrativo

Existem várias razões que justificam o aumento crescente em design da parte das grandes empresas. Os números sustentam que a qualidade do design exerce uma influência tremenda sobre a processo de decisão de compra. Que um layout mais confuso poderá levar muitos internautas a abandonar um site ou desistir de ler um email. Que um template de newsletter chamativo e sincronizado com a imagem da sua empresa pode contribuir positivamente para a sua brand awareness.

Ao escolher a ferramenta de email marketing que o irá acompanhar neste processo, não se esqueça da importância de um editor de email moderno e fácil de usar, bem como da importância de poder contar com bons templates.

4.Esquecer o design responsivo

O design responsivo é imprescindível atualmente, tendo em conta que cerca de metade das aberturas de campanhas de email marketing se verifica em dispositivos móveis. A obrigatoriedade do design responsivo é acompanhada pelas conquistas progressivas do smartphone. Este já conta com bilhões de unidades vendidas a uma escala global e passou a ser encarado também como um instrumento de trabalho.

 

Erros de configuração de uma campanha

5.Não fazer uma limpeza constante da base de dados

É essencial ter a sua base de dados sempre atualizada. Afinal de contas, se não o fizer, corre o risco de continuar o envio emails para endereços inválidos ou pessoas que não desejam receber a sua mensagem. A isto acresce o fato de uma taxa de bounces alta influir negativamente sobre a sua e-reputação.

6.Esquecer a importância de uma segmentação qualificada

A segmentação permite-lhe direcionar o conteúdo consoante as características, interesses, preferências e comportamentos dos seus contatos. Quanto mais exaustiva for a sua segmentação, maiores serão as suas probabilidades de aumentar a taxa de conversão. Pode colocá-la em prática tendo por base os formulários de subscrição e, por exemplo, aplicar o critério demográfico. Ou, através da exploração das potencialidades de uma ferramenta profissional, pode ir mais longe e praticar a segmentação com base no comportamento dos seus contatos.

7.Fazer envio sem critério

No disparo de email marketing, é essencial chegar aos destinatários no timing mais apropriado. Afinal de contas, recebemos constantemente emails provenientes de um sem fim de empresas, algumas das quais nem sequer nos recordamos. Muitos desses emails passam despercebidos, chegando mesmo a perder-se entre centenas de outros. Portanto, é fundamental definir o horário mais adequado para cada destinatário.

Algumas ferramentas de disparo de email marketing incluem a funcionalidade de Envio Preditivo, essencial para quem se quer assegurar de que cada destinatário recebe o email no timing mais adequado, consoante a sua localização geográfica e critérios comportamentais.

Duarte Queiros

profissional de marketing em Mailify. Escritor e tradutor.

Comentários

PUBLICIDADE