Artigos

6 maneiras de otimizar seu conteúdo para a web

leitura online otimizar seu conteúdo

Se você pega um livro para ler, provavelmente vai partir do início até as páginas finais. Se for uma revista ou jornal, há mais opções, mas você tende a ler pelo menos três ou quatro matérias completas. E o que acontece quando você se depara com um texto na internet?

É fácil imaginar que o hábito de leitura das pessoas segue outra dinâmica na web. É mais comum saltar partes do conteúdo ou textos inteiros. Portanto, para que uma página seja bem sucedida, é importante que os profissionais de marketing e comunicação entendam a mecânica de otimização do conteúdo e, claro, conheçam seu público e a informação que seus visitantes estão interessados em ler.

Para ajudá-lo, aqui vão seis conselhos e truques para fisgar a atenção de seu leitor e gerar engajamento:

 

1- Leitura superficial e scanner

A primeira coisa que você deve entender é que, nos dias de hoje, é impossível prender a atenção de alguém por muito tempo. De acordo com uma pesquisa recente da Microsoft, a era dos smartphones deixou os humanos com uma capacidade de atenção de apenas 8 segundos – menor que a de um peixe!

Por sua vez, isso significa que quando uma pessoa lê o conteúdo de uma página, ela tem a tendência de ler superficialmente e escanear o texto para encontrar a informação que está buscando. E se essa informação não é imediatamente encontrada, o leitor vai ficar entediado e abandonar a página. Portanto, assegure-se de que a informação relevante se destaque de alguma forma, seja usando subtítulos, tópicos ou negrito.

 

2- “Leia +”

Sabendo que as pessoas gostam de ter a informação mais importante a seu alcance, cuidado com o conteúdo que você coloca a partir de um “leia +” ou que esteja em uma parte muito inferior. Não é todo mundo que está disposto a rolar a página para baixo para buscar o que precisa.

Isso não significa que você não deve escrever além do primeiro corte de página. Pesquisas dizem que se um usuário segue lendo a partir desta linha, a probabilidade de engajamento cresce significativamente – mas o desafio é conseguir fisgar sua atenção até este ponto!

 

3- O padrão “F”

A tecnologia de rastreamento ocular está cada vez mais sofisticada e detectou que um padrão de comportamento de leitura em “F” na internet. Isso significa que as pessoas começam a ler horizontalmente pelo topo da página, depois baixam seu olhar e rapidamente dão uma olhada horizontal outra vez. No fim, é como se a pessoa tivesse lido uma coluna na esquerda, formando um F.

As pessoas dedicam 70% de seu tempo lendo informação que está à esquerda do site. Leve isso em consideração quando estiver trabalhando no layout de seu site.

 

4- O poder da introdução

Você provavelmente já percebeu que a maioria das pessoas não vai ler seu texto na íntegra, palavra por palavra. Na realidade, um estudo do Nielsen Norman Group descobriu que apenas 16% dos leitores ficam com você até o fim.

Em um site comum, os leitores engajados vão ler apenas 28% das palavras exibidas. Um dado mais real é 20%. Com isso em mente, tente fazer com que sua introdução pesque a atenção do leitor e responda algumas perguntas como “por que eu deveria ler isso?” ou “o que vou aprender com isso?”.

 

5- Espaço em branco

Conhecemos o sentimento de pavor quando vemos um bloco denso de texto na internet! Isso intimida e faz com que o leitor desista de ler antes de começar.

Portanto, lembre-se de deixar espaços livres sem conteúdo para dar um descanso aos olhos. Inclua parágrafos para separar o bloco de texto em partes mais fáceis de digerir.

 

6- Menos é mais

Seguindo a mesma lógica, quanto menos caótica uma página é, melhor a resposta que você vai obter.

Sim, imagens e vídeos são boas maneiras para quebrar um texto, mas não passe dos limites para que não vire um carnaval. Variar o tamanho e a cor da letra e colocar algumas partes do texto em negrito podem ajudar a destacar pontos-chave, mas cuidado para manter a coerência. Estabeleça uma lógica para a estética de seu conteúdo!

A ciência por trás da otimização do conteúdo pode não ser suficiente para engajar seu público – no fim das contas, o conteúdo é bom ou ruim, e é isso que faz a diferença. Mas, se você tomar um tempo para entender o comportamento de seus leitores, poderá levar seu site a um outro nível e impulsionar suas taxas de engajamento.

 

Se você chegou a este ponto do texto, parabéns. Você está entre os 16% leitores sobreviventes 😉

Javier Cámara

é especialista em Big Data e em plataformas de publicidade on-line. Empreendedor entusiasta dos negócios digitais e das novas tecnologias, Javier trabalhou na Oracle e fundou a Canalmail, empresa líder de e-mail marketing. Atualmente é CEO e co-fundador da rede social profissional beBee.

Comentários

PUBLICIDADE