Artigos

3 dados inéditos e relevantes sobre o e-consumidor

jornada-de-compraFazer pesquisas de mercado significa tomar decisões com base em dados e não em achismos. Ao perguntar para o consumidor como ele age, o que ele pensa e o que o leva a tomar uma decisão, as empresas passam a entender quais ações podem dar resultados significativos para atrair mais clientes e realizar mais vendas.

Recentemente, o Opinion Box, em parceria com a Buscar ID, realizou uma grande pesquisa para entender a jornada de compra do e-consumidor. O objetivo dessa pesquisa foi ajudar as empresas a entender alguns pontos que norteiam as decisões de compra do consumidor online e descobrir como ele enxerga as principais estratégias de marketing digital. Para realizar a pesquisa, entrevistamos mais de 1.000 pessoas que realizaram pelo menos uma compra online nos últimos 12 meses.

Os resultados são muito interessantes e fundamentais para todo profissional que trabalha com vendas online. Mas eu quero destacar aqui 3 pontos que me chamaram muito a atenção:

 

1 – SEO: o que é um bom posicionamento no Google

Todo mundo que possui um site ou um blog sonha com as tão sonhadas primeiras posições do Google. A nossa pesquisa mostrou que, realmente, quem não tem um bom posicionamento nas buscas do Google dificilmente será considerado pelo e-consumidor, já que só 17% dos entrevistados visitam a segunda página do Google e apenas 8% chegam até a terceira página.

Mas os números também guardam uma boa notícia: 63% afirmaram que vão até o final da página para ver os resultados.

Isso mostra que estar bem posicionado no Google não necessariamente significa estar entre os 3 primeiros resultados. Aliás, talvez valha mais a pena você estar entre os 10 primeiros resultados em diferentes palavras-chave do que estar entre os 3 primeiros em poucas palavras.

Além disso, 13% afirmaram clicar no primeiro resultado, independentemente dele ser um anúncio ou não, e 31% clicam no primeiro resultado após o anúncio. Ou seja, os internautas valorizam mais os resultados orgânicos do que os anúncios. Por isso, não adianta ter uma verba estratosférica para gastar com mídias pagas e não investir tempo e dedicação ao SEO.

 

2 – Mobile: navegando e comprando apenas por dispositivos móveis

A discussão sobre o Mobile First e Mobile Only é antiga e polêmica. Eu não quero aqui ditar regras sobre o tema nem afirmar como as empresas devem agir. Acho que tudo depende do seu público-alvo e da sua estratégia. Mas, ainda assim, chama a atenção que 19% dos e-consumidores utilizam apenas o mobile para realizar suas compras online e 56% já realizaram pelo menos uma compra através do seu smartphone.

O número de pessoas que utilizam o mobile tem uma variação significativa por classes sociais. E se você pensa que são as pessoas de classes mais altas que utilizam mais o mobile, está enganado: 9% das pessoas da classe AB utilizam apenas o mobile, enquanto 22% das classes CDE só fazem compras através de dispositivos móveis.

Esse número pode parecer estranho, mas tem uma justificativa: de acordo com o relatório do Comitê Gestor da Internet no Brasil de 2015, somente 48% das residências de classe C tem conexão de internet em casa, e nas classes D e E são 14% das casas com conexão fixa. Já o smartphone está presente em 92% dos lares brasileiros.

 

3 – Mídias pagas: quanto mais jovem, menor a probabilidade de clique

Esse dado também é interessante: 40% dos e-consumidores entre 16 e 29 anos não clica em anúncio e apenas 6% afirma que clica frequentemente nos anúncios. Entre 30 e 49 anos, esses números mudam para 33% e 12%. Já entre os que tem 50 anos ou mais, 28% afirma clicar frequentemente em anúncios e 20% disseram que nunca clicam em anúncios.

Ou seja, 4 em cada 5 dos mais jovens nunca clicam em anúncios e 1 em cada 5 dos mais velhos nunca clicam. Se você desenvolve campanhas e estratégicas para públicos de faixas etárias específicas, é bom ter esses números em mente.

Esses são alguns dos dados que chamaram a minha atenção. Mas a pesquisa fala também sobre redes sociais, comportamento de compra, e-mail marketing e muito mais. Para conferir os resultados completos, basta baixar o nosso e- book Jornada de Compra do e-consumidor gratuitamente.

E se você quiser fazer a sua própria pesquisa e descobrir as informações que você precisa sobre o seu público-alvo, eu estou oferecendo 20% de desconto para realizar pesquisas no painel do Opinion Box.

Basta criar a sua pesquisa e inserir o código de desconto DIGITALKS na página de pagamento .

Daniela Schermann

é líder de marketing do Opinion Box, especialista em Inbound Marketing e apaixonada por pesquisa de mercado e comportamento do consumidor.

Comentários

PUBLICIDADE